Joaquim Barbosa critica advogado de João Paulo por preconceito

O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Joaquim Barbosa, disse nesta sexta-feira (24) que o advogado do ex-presidente da Câmara dos Deputados João Paulo Cunha (PT) cometeu uma “grosseria preconceituosa” ao acusá-lo de estar dando um “rolezinho em Paris”.

“Um advogado vir a público fazer grosserias preconceituosas contra um membro do Judiciário que julgou seu cliente é uma prova eloquente de deficit civilizatório”, disse Joaquim Barbosa, em Paris.

Em entrevista ao jornal “O Globo”, o advogado Alberto Toron criticou o presidente do STF por ter viajado em férias sem ter assinado o mandado de prisão do deputado petista.

“É o fim da picada. Eu acho que não tem que dizer muito mais do que isso. E ele confortavelmente dando seu rolezinho em Paris”, afirmou o advogado, segundo o jornal. (Graciliano Rocha, Folha de São Paulo)

Notícias Relacionadas