Mototaxista é preso com R$ 100 mil em crack em Itapuã

Salvador – Flagrado com cinco tabletes de crack, totalizando 2,5 quilos e avaliados em R$ 100 mil, o mototaxista Adai José do Rosário Santos, de 33 anos, foi apresentado à imprensa, nesta quinta-feira (23), no auditório do prédio sede da Polícia Civil, na Praça da Piedada. Investigado há três meses por integrar uma quadrilha de traficantes de Itapuã, ele foi abordado, quarta-feira (22), por uma equipe da 12ª Delegacia Territorial (DT/Itapuã), na Rua da Ilha, naquele bairro.

Os tabletes de crack estavam embrulhados em plástico preto e lacrados em fita isolante, dentro de uma mochila.  Ao ser interrogado na unidade policial, Adai negou ser traficante e disse que fora contratado por um desconhecido para entregar a droga a uma mulher que o aguardava numa passarela localizada na Avenida Luis Viana Filho (Paralela). O mototaxista disse não saber qual era o conteúdo da mochila e que receberia R$ 300 pelo serviço.

A delegada Elaine Laranjeiras, da 12ª DT/Itapuã, contou detalhes da prisão do traficante. Autuado em flagrante por tráfico e associação para o tráfico, Adai foi conduzido, logo em seguida, ao Núcleo de Prisão em Flagrante (NPF), no Complexo Penitenciário da Mata Escura. Ele já esteve preso anteriormente por tráfico de drogas e formação de quadrilha.

Notícias Relacionadas