Investigado pela PF tem desagravo de ministros de Dilma

CLÁUDIO HUMBERTO

Três ministros, incluindo Gilberto Carvalho (secretaria-geral da Presidência), foram ontem à posse de um simples diretor (de Operações) da Conab-Cia Nacional de Abastecimento, João Marcelo Intini, como forma de solidariedade ao antecessor, Silvio Porto, petista investigado por corrupção. Apesar de a Polícia Federal haver recomendado sua demissão, Porto (que escolheu Intini) foi mantido no cargo por 4 meses.

A vida como ela é – Carvalho foi à posse para mostrar que manda na Conab, galinha dos ovos de ouro do lulismo. O ministro da Agricultura, para fingir que manda.

Os olhos dos donos – A ministra do Desenvolvimento Social, o chefe do Incra e o secretário de Agricultura Familiar, área investigada pela PF, foram à posse na Conab.

Um ás – A origem do prestígio de Silvio Porto junto ao PT lulista tem a ver com seu desempenho na tarefa de alavancar recursos “para o partido”.

Longe da festa – O homenageado, Silvio Porto, não esteve na posse do novo diretor da Conab. Foi fazer mestrado na Europa. Pertinho de Henrique Pizzolatto. (Coluna de Cláudio Humberto)

Leia também:

Notícias Relacionadas