Executivo, Legislativo e Judiciário gastaram R$ 2,4 bi com passagens e diárias

CLÁUDIO HUMBERTO

Além dos cartões corporativos, que bateram recorde no governo Dilma, em 2013, gastos com passagens e diárias do Executivo, Legislativo e Judiciário não ficaram atrás, atingindo os R$ 2,4 bilhões. A União torrou R$ 1,3 bilhão em passagens. Já a conta das diárias, que garantem bons sonhos em luxuosos hotéis (como o St. Regis de Nova Iorque, onde Dilma pagou R$ 25 mil por noite), foram gastos R$1,1 bilhão.

Só promessa – Ministro Guido Mantega (Fazenda) havia prometido reduzir gastos com diárias para viabilizar corte de R$ 10 bilhões no orçamento federal.

Preço do luxo – A União torrou com diárias, de 2001 a 2013, a cifra de R$ 26,2 bilhões, considerados os valores constantes atualizados pela inflação.

Recorde dos recordes – O Ministério da Educação lidera os gastos com diárias, com exatos R$ 413,5 milhões, R$ 90 milhões a mais que em 2012. (Coluna de Cláudio Humberto)

Leia também:

Notícias Relacionadas