Médico convidado para a Saúde é alvo de inquérito no MP

O médico Ademar Arthur Chioro dos Reis enfrenta um inquérito civil público aberto no Ministério Público para apurar se ele infringiu lei municipal, de São Bernardo do Campo, que proíbe secretários de manterem sociedade em empresas que tenham contratos com entes federativo. Além disso, em sua gestão à frente da Secretaria Municipal de Saúde de São Bernardo, no ABC paulista, Chioro contratou dois sócios de uma de suas empresas para cargos em comissão na pasta administrada por ele. Após o caso se tornar público, um deles foi demitido.

A Consaude Consultoria, Auditoria e Planejamento foi criada por Chioro em fevereiro de 1997; em março de 2003, ele se afastou da sociedade para assumir cargo no Ministério da Saúde. Voltou a atuar na empresa em agosto de 2006 e, em junho de 2012, tornou-se o sócio majoritário, atuando ainda como administrador, como mostram documentos da Junta Comercial de São Paulo. Nessa época, ele era secretário em São Bernardo, cargo que assumiu em 2009, no início da gestão de Luiz Marinho.(Chico de Gois e Tatiana Farah, O Globo)

Notícias Relacionadas