Rede municipal de saúde disponibiliza vacinas para viagens internacionais

Salvador – Os cidadãos de Salvador com viagem marcada para fora do país e que precisam de imunização podem contar com os serviços da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). As vacinas de rotina, obrigatórias em alguns países, podem ser solicitadas nos Centros de Saúde e Unidades de Saúde da Família (USF).
Segundo Irenaldia Azevedo, enfermeira da Central de Vacinas da SMS, primeiro é necessário levar em consideração para onde a pessoa vai viajar antes de tomar as vacinas. “No posto de saúde identificamos qual imunobiológico precisa estar em dia. Quem vai para a Europa, por exemplo, onde há incidência de Sarampo, precisa tomar a tríplice viral”, afirmou Azevedo. Outra imunização necessária é a de febre amarela. Como medida de controle, alguns países exigem o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP), emitido pela Anvisa no aeroporto, que comprova a vacinação contra a doença. O Brasil está na lista de localidades com risco, por isso é obrigatória a vacinação para quem entra no país ou sai em viagem para outro território que também pode ser de risco.
Mas é preciso atenção para o período de cada vacina. Os viajantes são orientados a consultar o cartão de vacinação, já que, no caso da febre amarela, é feito um reforço a cada dez anos. Já a vacina contra o tétano são administradas em três doses com reforço a cada dez anos. Além dos postos de saúde e das USF, a população pode contar com os Centros de Referência Imunobiológicos Especiais (CRIEs) estaduais, que dão suporte à rede municipal no caso de vacinas mais complexas. Os postos do CRIE ficam no Hospital Pediátrico Professor Hosanah Oliveira (Canela) e no Hospital Couto Maia (Monte Serrat).

Notícias Relacionadas