Lucro maroto garantiu até 15º salário na Caixa

CLÁUDIO HUMBERTO

Acusada de se apropriar de R$ 719 milhões de 525 mil poupadores, somando-os ao seu lucro de 2012, a Caixa Econômica Federal usou esse desempenho fictício para distribuir R$ 950 milhões em “participação de resultado” a funcionários, inclusive aos responsáveis pela manobra contábil. O “lucro líquido” da Caixa em 2012 chegou a R$ 6,4 bilhões. Isso garantiu 14º e até de 15º salários aos funcionários.

Ouvidos moucos – A Caixa não respondeu se os funcionários devolverão os cerca de R$ 105 milhões de poupadores distribuídos como “participação dos lucros”.

A regra – A participação dos lucros e resultados (PLR) corresponde a 90% do salário, acrescido de R$ 1,6 mil, sendo limitado a R$ 9.087,49.

A exceção – Acordo coletivo permite que a participação nos lucros seja calculada por até dois salários (extras) do empregado, limitada a R$ 19.992,46. (Coluna de Cláudio Humberto)

Leia também:

Notícias Relacionadas