Rapaz de 18 anos mata filho e fere mãe por causa de drogas em Madre de Deus

Wesley Santos da Silva, o “Bole”, 18 anos.
Jonathan Wesley Santos da Silva, o “Bole”, 18 anos.
Salvador – Assassino confesso do usuário de drogas Lucas Salustiano dos Santos, Jonathan Wesley Santos da Silva, o “Bole”, 18 anos, foi preso, nesta terça-feira (14), por investigadores da 17ª Delegacia Territorial de Madre de Deus, na Região Metropolitana de Salvador.

Ele também feriu Rosângela dos Santos, mãe da vítima – socorrida e levada para o Hospital Municipal – quando ela tentava defendê-la.

Lucas foi morto com três tiros, dois deles nas costas, ao caminhar pela Avenida Mílton Bahia Ribeiro, em companhia da mãe e da companheira, uma adolescente de 15 anos. Bole o alvejou nas costas e desferiu mais um tiro no peito quando já estava caído. Rosângela tentou impedir o homicídio e foi ferida na cabeça.

Interrogado pelo delgado Antônio Fernando do Carmo, titular da DT/Madre de Deus, Bole disse ter matado Lucas por vingança, já que teria apanhado dele dias antes. “As investigações apontaram que a motivação do crime está, na verdade, relacionada a uma dívida de drogas”, explicou o delegado.

Bole, que teve a prisão preventiva solicitada, foi reconhecido, como autor do homicídio e da tentativa de homicídio, pela companheira de Lucas. Ele ficará custodiado na carceragem da 17ª DT/Madre de Deus, aguardando transferência para o sistema prisional.

Tiago e Gerveson foram indiciados por prática de roubo e um adolescente de 17 anos, que estava com os bandidos na propriedade rural, apreendido e entregue aos pais. O

Notícias Relacionadas