Atriz Lilia Cabral encena espetáculo no Teatro Castro Alves

A atriz Lilia Cabral, acompanhada de um grande elenco, apresenta em março na Sala Principal do TCA, a peça Maria do Caritó, uma comédia que revela valores, costumes e crendices que permeiam o imaginário do povo brasileiro e nordestino. Maria do Caritó (Lilia Cabral) tem quase 50 anos e ainda é virgem, pois foi prometida por seu pai a São Djalminha. Faz promessas a Santo Antônio e todas as simpatias para burlar a promessa do pai e conseguir um marido. O texto, escrito especialmente para a atriz por Newton Moreno, do aclamado As Centenárias, tem direção de João Fonseca. Completam o elenco os atores Fernando Reyes, Dani Barros, Fernando Neves e Silvia Poggetti.

“Maria do Caritó” eacute; uma heroína que se equilibra no duplo feminino, sacra e profana, virgem e mundana, santa e palhaça, arquétipo-brincalhão de um feminino desdobrado”, completa Newton. Na cultura popular nordestina, Caritó é a pequena prateleira no alto da parede, ou nicho nas casas de taipa, onde as mulheres escondem, fora do alcance das crianças, o carretel de linha, o pente, o pedaço de fumo, o cachimbo. E assim, a moça que ficou no caritó é aquela que ficou na prateleira, sem uso, esquecida, guardada intacta.

Para o cenário, Nello Merrese se baseou na ingenuidade poética do Nordeste. Dispostos no palco estão paus de sebo, baús de circo, oratório de bandeiras e alguns caritós. Foram criados com exclusividade para o espetáculo as imagens de Santo Antonio, Santa Maria do Caritó, São Djalminha e São João pelo artista plástico Anderson Thives.

Assinada por Alexandre Elias, a trilha sonora é um elemento fundamental na encenação, onde os atores cantam e tocam instrumentos. A atriz e bailarina Kika Freire é a responsável pela coreografia, Paulo Cesar Medeiros assina a iluminação e os figurinos são de J.C Serroni. A direção de produção está a cargo de Maria Siman e realização da Primeira Página Produções Culturais e Lilia Cabral. A classificaçã do espetáculo é de 12 anos.

Notícias Relacionadas