Mesmo em crise, governo do Maranhão gastará com caviar e uísque

Agência ANSA

São Paulo – Após cancelar compras de lagosta e camarões, entre outros itens no valor de R$ 1,1 milhão, em meio a uma crise penitenciária no Maranhão, o governo de Roseana Sarney (PMDB) abriu uma licitação de R$ 1,3 milhão para comprar itens como uísque escocês, champanhe e canapés de caviar para eventos oficiais, como publicou a imprensa local.

O edital da Comissão Permanente de Licitação do Estado publicou a compra dos itens “em quantidades suficientes para atender a contendo todos os convidados”, o que inclui vinhos e champanhes “de primeira qualidade”.

De acordo com o jornal “Folha de São Paulo”, o edital “ainda inclui a contratação de decorador, cantor e recepcionistas bilíngues, todos sujeitos a ‘aprovação prévia’ pelo estado”.

A nota explica que o artista contratado deve “interpretar canções de repertório popular, inclusive regionais, música ambiente, instrumentais e religiosas”.

Dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública indicam que o gasto per capita em segurança pública do Maranhão é de 127 reais, um dos menores do país. (Ansa Brasil)

Leia também:

Notícias Relacionadas