Filho de deputado controla todo o setor de fiscalização da Agerba

A Agerba diz que faz acontece nas ''multas'' ao clandestino. Na prática, a realidade é bem diferente e milhares de carros seguem transportando vidas humanas sem qualquer segurança.
A Agerba diz que faz acontece nas ”multas” ao clandestino. Na prática, a realidade é bem diferente e milhares de carros seguem transportando vidas humanas sem qualquer segurança.
REDAÇÃO DO JORNAL DA MÍDIA

Salvador – O filho do deputado estadual João Bonfim (PDT), da base do governador Jaques Wagner, é quem controla todo o setor de fiscalização da Agerba (Agência Estadual de Regulação de Transportes, Energia e Comunicações da Bahia). Apesar de não ter feito cursinho de capacitação ou qualquer treinamento na área de transporte intermunicipal e de demonstrar que não entende o verdadeiro papel de uma agência de regulação, Guilherme Bonfim responde pela área mais importante de toda a atividade da Agerba – a Diretoria de Fiscalização, conhecida também com a sigla Defiis. O cargo é eminentemente técnico, mas sempre é ocupado por afilhados de políticos do governo.

De quebra, o amigo de Guilherme Bonfim e cunhado do deputado Rogério Andrade, também da base do governo, nomeado na Agerba como Antonio Galdino, é o gerente de Fiscalização da autarquia. Acusada por fiscais de baixa produtividade, a dobradinha política funciona em perfeita sintonia dentro da agência de regulação, que além do transporte intermunicipal “regula” também o sistema ferryboat, reconhecidamente o pior serviço público da Bahia ou, quem sabe, do Brasil.

Os fiscais da Agerba que atuam nos polos estaduais não poupam seus diretores: “Eles (Bonfim e Galdino) mapearam o transporte clandestino no Estado. Em regiões de interesse político do grupo deles, como o Sodoeste, os talões dos fiscais ficam em branco. Não pode haver autuações aos clandestinos de Brumado, Guanambi, Caetité, redutos do deputado João Bonfim. Aí você chega aos municípios do Recôncavo, os clandestinos atuam tranquilamente em Cruz das Almas, São Felipe, Cachoeira e por aí. No Recôncavo a ordem para não multar vem do gerente Galdino, cunhado do deputado Rogério Andrade, cujo reduto se concentra em Santo Antonio de Jesus, Amargosa, Elísio Medrado, entre outros municípios. Eu desafio os dois (diretor e gerente) a apresentarem uma multa sequer paga. Aqueles números dele não mostram a realidade Os clandestinos são multados, têm carros apreendidos, e no dia seguinte passam pelos fiscais da Agerba dando risada”,

E Haja Política – Se não bastasse o cargo importante de comandar a área de fiscalização, Guilherme Bonfim é presidente do diretório municipal do PSD do município de Brumado desde 2011, ano que fez sua estreia na Agerba como diretor. O PSD tem como principal liderança na Bahia Otto Alencar , que também é secretário estadual de Infraestrutura. A Seinfra, na estrutura do Estado, é quem controla a Agerba..

Compreende-se agora porque o sistema de transporte intermunicipal de passageiros está à beira do caos e os empresários reclamam tanto do governo Wagner pela invasão sem precedentes que o transporte clandestino determinou na Bahia nos últimos 3 anos. Mesmo fora dos redutos eleitorais dos deputados governistas, a clandestinidade rola solta, com milhares de carros sucateados transportando vidas humanas sem qualquer segurança e controle do Estado.

Sem Autonomia – O JORNAL DA MÍDIA ouviu nos últimos dois dias vários empresários do setor e está editando uma matéria especial para mostrar um pouco mais sobre a realidade do sistema intermunicipal de transportes. Na reportagem, prevista para ser publicada em breve, é feita uma abordagem mais detalhada dos números da Agerba, mostrando a falta de estrutura e de autonomia da autarquia para exercer as suas atribuições e o avanço desenfreado do transporte clandestino em todo o Estado. A matéria fala também sobre a parada que a Agerba deu na licitação das linhas do transporte complementar, que também está contribuindo para o avanço dos clandestinos.

“Os números que ele (Guilherme Bonfim) divulgou com a finalidade de contestar a matéria publicada denunciando a verdadeira desordem que impera no transporte clandestino, são irrisórios e hilários. Não representam nada diante do que realmente está acontecendo na Bahia em relação às multas que a Agerba diz que aplica e o que acontece na prática, com o transporte clandestino crescendo de forma assustadora em todo o Estado. Se colocar um político e não um técnico para responder pela área de fiscalização da agência é uma coisa absurda”, revela um empresário do transporte intermunicipal.

Na última sexta-feira, o JORNAL DA MÍDIA publicou, na íntegra, números divulgados pelo diretor de Fiscalização da Agerba, dando conta que as autuações contra o transporte clandestina feitas por sua diretoria, a Defis, cresceram de forma assustadora desde que ele assumiu o cargo, em 2011. “Só em 2011 o crescimento foi de 183% em relação a 2010’’, gabava-se ele. A nota de esclarecimento, em papel timbrado da autarquia e enviada ao JM através do e-mail [email protected], não tinha assinatura do diretor-executivo da Agerba, Eduardo Pessoa, e apenas enaltecia os ‘’números espetaculares’’ que a Agerba teria conquistado.

Além de não ser assinada, o conteúdo do texto da nota deixa clara a fragilidade dos dados e a forma amadora com que a imagem da Agerba chega aos meios de comunicação: parte do texto, além de enaltecer a performance do diretor, se refere ao filho do deputado João Bonfim como “Dr. Guilherme”.

Leia Também:

Notícias Relacionadas

14 Comentários

  1. Fed

    Alguém pediu que os valores das multas fossem apresentados mês a mês, datando a nomeação do dito cujo, só do transporte marítimo. Só do ano da nomeação do indigitado. !2 meses. Nada mais. Esse alguém diz que duvida da apresentação pedida, que tal apresentação desmente literalmente o informante do órgão.

  2. Samira Dias

    Eu daria tudo pra ter feito uma foto do Guilherme Bonfim hoje quando ele chegou na área. Todo almofadinha, cheiroso, playbozinho de papai, que delícia seria. OH meu Deus como eu queria. Mas fica pra outra oportunidade quero compartilhar essa foto no Facebook.

  3. Waldek, Papai Noel

    Auê total dentro da Agerba hj a fofocada comendo nos corredores nos banheiros da vida , ninguém sabendo de nada e sabendo tudo. ô que dia feliz eu tive hoje como constato que as pessoas não guentam cacete e descem facilmente do pedestal. Também foram tirar as diárias dos fiscais né não? Botem de novo. os caras abriram o bico e só falaram a verdade porque todo mundo sabe o que de fato acontece.

  4. Jo.ao P.

    EU TÔ DOIDO QUE ESSA CORJA POLÍTICA DESSE GOVERNO INCOMPETENTES SEM VERGONHA SE ARROMBE TODA NAS ELEIÇÕES. UM BOCADO DE GENTE DESCARADA SEM COMPETÊNCIA PRA TRABALHAR NEM CONTANDO OVOS EM GALINHEIRO DÁ PRA ENGANAR NÃO SABE FAZER NADA. TIRANDO ONDA DE EU SOU DIRETOR, EU É QUE MANDO, VÁ SE LASCAR. QUE GOVERNO MEDÍOCRE ESSE DE WAGNER UM BOCADO DE IDIOTA OCUPANDO CARGOS SEM NENHYMA QUALIFICAÇÃO, VÁ SE ARROMbar WAGNER. FILHINHO DE PAPAI QUE NUNCA TRABALHOU NA VIDA SE LASQUE.

  5. Irênio Santos

    jornal manda esses bostéticos da agerba que quer fazer todo mundo de otário publicar mês a mês o valor de todas as multas. porque não fazem.? é muito fácil sentar e jogar numeros malucos inventados e dizer que tá trabalhando. tudo aí é uma engenharia produzida pra mentir pru cidadão; um bocado de bostético ganhando dinheiro público sem trabalhar nem produzir nada.

    é assim que o governo faz pra dá emprego eterno pra filho de político dele que não sabe nem fazer um O com garrafa imagina trabalhar;

  6. CAUÊ

    O MALUQUINHO II TOMOU O MAIOR PITO DE DR. EDUARDO. PEGUNTEM A DRA. CÉLIA.

  7. José Queiroz

    O Jornal da Mídia está de parabéns pelo empenho em transmitir a notícia como ela é, em colaborar significativamente com o reequilíbrio administrativo da Bahia, que não merece nem suportaria mais uma gestão fraudulenta petista. Outros jornais pequenos ou de oposição também tem lutado, mas, infelizmente, a Globo e os jornais A Tarde e o Correio da Bahia traem o povo baiano e o brasileiro.

  8. Raulino

    Sr. José, é por isso que o leitor Fedegoso destroem vocês leitores desinformados. P T tem lá nada a ver com essa história da Agerba? Bonfim nunca foi PT e é um parlamentar rico que sempre se elegeu com o clientelismo. O Rogério Andrade sempre foi carlista, o pai dele também, tudo clientelista. Me faça um mingau de giló que é melhor sR. José. Procure interpetrar as coisas com isenção leia lá a reportagem tá dizendo que o cara da AGERBA é do PSD, o tal do Dr. Guilherme de Otto Alencar, que vc deve ser fã. Se oriente…

  9. Fedegoso

    Caro Raulino, não “leitores desinformados”, são leitores cínicos. Eles estão cansados de saber que estão falando titica, mas é a única coisa que têm na cabeça. Eles são sim “inconformados” por terem perdidos a boquinha que tinham nos governos de direita. Mas se eles quiserem retornarem aos postos de antes, vão ter que se curvar à vontade do PT. E quado voltam ao governo, não perdem a embocadura, são como os escorpiões, continuam mordendo com o rabo, mas mordendo sempre. Que os filhos morram do outro lado do córrego em enchente, mas o coitado do sapo que os carrega nas costas não ficará sem a ferroada. Todo escorpião é assim, só sabe ferrar com o rabo. E como ferroam!

  10. Aurélio

    Sr. Raulino. Sr Fedegoso, não vamos tambem tapar o sol com a paneira. Não são PT mas são do governo do PT. Tá todo mundo junto. O pior é a incompetência desse pessoal que Oto Alencar colocou na Agerba nem sopa de giló vai resolver. Ninguém quer nada esse cara da Agerba o da fiscalização só aparece pra trabalhar quando nego fica gozando com ele e o outro tem o nome de “Tõe Paletó” chega no órgão bota o paletó na cadeira e se pica pra fazer a media dele com o cunhado na Assembléia isso sim é uma vergonha Sr. Fedegoso. O governo é um só é Governo do PT queira o sr. ou não.

  11. Fedegoso

    Caríssimo senhores Aurélio e José, quando lhes dizem desinformados, com outros adjetivos os vejo, mas não estou aqui para pedir desculpas aos asnos a toda hora por comparações infelizes.

    Por isso, peço, mais uma vez, licença ao Jornal da Mídia para publicação veiculada no site Bahia Notícias, sobre a comprovação do que diz o senhor Raulino:

    “As contas da Secretaria de Infraestrutura da Bahia (Seinfra), que é comandada pelo vice-governador do Estado, Otto Alencar (PSD) são auditadas por Gilsádio Penedo. Até este ponto, tudo bem. No entanto, o que não se sabia até recentemente, é que Penedo é casado com a sobrinha de Alencar e integrante do PSD. Deste modo, teria de se julgar impedido de supervisionar as contas da Seinfra.”

  12. Iteval D.

    atenção jornal da mídia tem que investigar mais esse assunto vai render muita coisa. muitos deputados e vereadores no meio ameaçam até fiscais da agerba. é uma falta de vergonha esse diretor não quer saber de nada é um omisso só quer receber o dinheiro dele. gente sem vergonha esse povo parece que recebem manjá. se puderem falem com os fiscais que trabalham na região de vitória da conquista eles é que sabem de tudo. posso passar telefone deles pela caixa do facebook se vcs quiserem.

  13. Lenise Ferreira

    A AGERBA TEM UM DIRETOR DE FISCALIZAÇÃO????? o que ele fiscaliza? será que ele conhece o REGULAMENTO DO TRANSPORTE HIDROVIÁRIO DO ESTADO DA BAHIA?? Por certo desconhece. Caso contrário, é mais um omisso, permissivo que faz parte deste cabide de emprego.

    A ESCULHAMBAÇÃO é geral. Me perdoem o termo, mas esta situação insustentável coloca em risco vidas humanas e pode colocar este almofadinha na cadeia por negligência. Ele não sabe ou não acredita que o cargo implica em OBRIGAÇÕES também.

    Quanto ao fato de ser deste ou daquele partido, as coligações existem com o propósito de fortalecer alguém em troca de “favorecimentos”. Quem tem a “caneta” tem o poder de botar ou tirar quem quer que seja do cargo que bem entender. Aqui não tem ninguém inocente, tão menos mocinhos. Em se tratando de SISTEMA FERRY BOAT, a maracutaia é antiga e muita gente vem se favorecendo dela.

    É chegada a hora em que o ferrão vai atingir muita gente grande!!!! Muita gente boa vai se “ferrar” mesmo !!!!

  14. Funcionário

    Petista tem mesmo mania de se iludir e tentar enrolar os outros: quem intensificou esse negócio de aparelhamento com tantas alianças espúrias foi esse pseudo partido. Uma agência reguladora servir de cabide de empregos pra tanta gente incompetente e arrogante é vergonhoso, deprimente. Os funcionários mais antigos (do tempo em que serviam ao DTT) têm a auto estima na lama, pois dedicam suas vidas por anos a fio e nunca são reconhecidos, sendo obrigados a fazerem coisas absurdas pra agradar apadrinhado político que mal sabe o que está fazendo. Os novos funcionários são contratados apenas temporariamente, pra evitar a progressão devida dos servidores de carreira e a agência continuar criando cargos inúteis para encher os bolsos de famílias envolvidas com o PT.

Comentários estão suspensos