Morre no Rio o produtor musical João Araújo, pai de Cazuza

Isabela Vieira
Repórter da Agência Brasil

Rio de Janeiro- O produto musical João Araújo, de 78 anos, morreu em casa na manhã deste sábado (30), vítima de uma parada cardíaca. A informação foi confirmada pela organização não governamental Viva Cazuza, instituição criada pela esposa de João e mãe do cantor Cazuza, Lucinha Araújo, que presta assistência a crianças e adolescentes com vírus HIV.

O velório do produtor musical esta sendo feito no Cemitério São João Batista, em Botafogo, na zona sul do Rio. O enterro está previsto para as 17h, no mesmo local.

Vários artistas e personalidade prestam homenagens por meio das redes sociais. O cantor Lulu Santos escreveu no Twitter: “Querido João Araújo, pode subir levitando, porque aqui tem um coro de vozes cantando baixinho para você. Paz & Amor Big John! Nosso abraço, Lucinha”.

Além de ter sido um dos principais executivos da gravadora Som Livre por décadas, João era pai do músico Cazuza, que fez rápida e consagrada carreira no país. Cazuza morreu aos 32 anos, em 1990, em decorrência do vírus HIV. Naquele mesmo ano, a mãe do músico, Lucinha Araújo começou a  ONG Viva Cazuza, de apoio a pessoas com o vírus.

Está previsto ainda hoje (30), em São Paulo, o show Volta Cazuza em homenagem ao cantor, que terá uma holografia de 20 minutos do artista. Com a participação de amigos e parceiros do músico, como Gal Costa e Barão Vermelho, a apresentação está prevista para começar às 21h, no Parque da Juventude. A entrada é franca.

Notícias Relacionadas