Capa » Blogs » Blog do JM » Vídeo de sexo acaba com a vida de garota de 19 anos em Goiânia

Vídeo de sexo acaba com a vida de garota de 19 anos em Goiânia

videodesexoA estudante de 19 anos que teve vídeos íntimos divulgados em um aplicativo de celular e nas redes sociais diz que sua vida “virou um inferno”. Parou de estudar e de trabalhar desde que o caso ganhou repercussão, no início do mês. Ela só sai de casa para conversar com advogados sobre o processo que move contra o suspeito de divulgar as imagens, com quem ela diz ter se relacionado por três anos. “Não me arrependo porque fiz [o vídeo] por amor, com uma pessoa que eu amava e em quem eu confiava. Só que isso não deveria ter sido mostrado para ninguém”, disse a jovem, em entrevista exclusiva ao G1 e à TV Anhanguera, na manhã desta quarta-feira (23), em Goiânia.

Abalada e com o visual diferente, para não ser reconhecida nas ruas, ela conta que está há praticamente 20 dias sem sair de casa. A estudante, que era vendedora em uma loja de roupas, resolveu falar publicamente sobre o caso, que ela considerou “humilhante”, pois, segundo ela, está sendo condenada por muitas pessoas que não conhecem toda a história. “Eu não cometi nenhum crime. Mas pessoas me ofendem virtualmente e moralmente. Muita gente me chamou de vadia, prostituta. Um homem chegou a me mandar uma mensagem falando que viria a Goiânia no final de semana e que me pagava R$ 10 mil para sair com ele”.

A situação chegou ao ponto de influenciar as colegas de trabalho. “Chegavam na loja e ofereciam programa pra elas”. Ela foi afastada do trabalho até que a situação se acalmasse. No entanto, a vendedora não sabe se voltará. “Gosto muito de trabalhar lá. Mas não sei quando conseguirei voltar”.(Paula Resende G1-Goiás)

Uma Resposta para Vídeo de sexo acaba com a vida de garota de 19 anos em Goiânia

  1. José Maria Castro Montes 30/10/2013 em 16:34
    Goiânia é uma cidade de mentalidade entre as mais atrasadas do mundo, segundo dados oficiais. Goiânia é gado, é piquí, é milho e famílias de uma moral da época ainda das colonizações portuguesas. Essa pobre garota deveria deixar de uma vez por todas essa cidade medieval que é Goiânia e ir morar em um lugar mais civilizado porque o que ela fez toda mulher faez, não apenas em Goió, mas no planeta inteiro. E nenhuma é perseguida e ultrajada por isso. Minha solidariedade total para esta pobre estudante e meus desejos de força no Senhor J. Cristo!!