Ministério da Justiça bate recorde no uso de cartões corporativos

CLÁUDIO HUMBERTO

O Ministério da Justiça é o que mais utiliza cartões corporativos para pagar despesas, no governo Dilma Rousseff. Desde 2011, quando José Eduardo Cardozo assumiu a pasta, foram mais de R$ 31 milhões gastos sem dó nem piedade. Em 2012, R$ 11 milhões. Já o Ministério do Esporte é contraponto de um governo que marca tantos gols contra o contribuinte. Em plenos preparativos para a Copa do Mundo, a pasta de Aldo Rebelo não gastou um só centavo com cartões, em 2013.

Sem gastar – No governo Dilma, o Ministério chefiado desde outubro de 2011 por Aldo Rebelo gastou apenas R$ 9,5 mil usando o cartão corporativo.

Contramão – O ano ainda não acabou e o Ministério da Justiça já registra gastos de mais de R$ 7 milhões em 2013. Tudo sob “sigilo de Estado”.

Recorde – O governo Dilma Rousseff conseguiu gastar, em 2 anos e 10 meses, mais de R$ 156 milhões com cartões corporativos.

Coerência – Se Dilma quer mais “transparência”, como disse, deveria revogar o decreto de Lula que tornou “secretos” gastos com cartões corporativos. (Coluna de Cláudio Humberto)

Leia também:

Notícias Relacionadas

1 Comentário

  1. Antonio Pereira da Silva

    Nunca deveria existir cartões corporativos na administração pública, é mais um motivo para roubalheiras. Nada de sigilo, é pouca vergonha e desrespeito ao contribuinte.

Comentários estão suspensos