Ex-dirigentes de clubes podem responder pelos contratos

Os ex-dirigentes de entidades esportivas devem ser responsabilizados por contratos firmados durante gestão. É o entendimento dos senadores ao aprovar projeto na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), que responsabiliza ex-dirigente a pagar com bens particulares os prejuízos causados aos clubes.

“A medida visa a diminuir riscos de que dirigentes deixem dívidas insolvíveis para seus sucessores ou usem créditos antecipados de forma irresponsável, sem possível responsabilização posterior”, defendeu o autor da proposta, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB).

Rêgo entende que a medida impede que “dirigentes esvaziem os caixas” de seus clubes ou federações, tornando impossível gestão futura. Apesar de concordar com o colega, o senador Alvaro Dias (PSDB-PR), defende a proposta ainda precisa passar pelo crivo de deputados federais –, as penalidades previstas na Lei de Responsabilidade Fiscal serão estendidas a ex-dirigentes. (Diário do Poder)

Notícias Relacionadas