STF pode tornar caso Donadon mais esdrúxulo

CLÁUDIO HUMBERTO

O Supremo Tribunal Federal pode tornar ainda mais esdrúxula a situação de Natan Donadon, que cumpre pena na Papuda. O deputado, um ladrão transitado em julgado, recorreu ao STF contra o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Aves, que declarou vago o seu mandato e empossou o suplente. O problema é que não há base legal muito sólida que sustente a decisão de Alves, por isso o STF pode garantir as prerrogativas do deputado que a própria Corte mandou para a cadeia.

Por nossa conta – Mesmo em cana, Natan Donadon quer direito a tudo: salário, gabinete, apartamento funcional, verba de representação, assessores etc.

Malandragem – O deputado Donadon tenta aproveitar as brechas da falta de legislação específica para se dar bem, mas o STF não deve pegar leve com ele.

Informações – O ministro Dias Toffoli, a quem caberá decidir liminarmente o pedido de Donadon, pediu informações à Câmara sobre o ato de Henrique Alves. (Coluna de Cláudio Humberto)

Leia também:

Notícias Relacionadas