Pedido de Obama agrada ao presidente do Congresso norte-americano

 Agência Lusa

Washington – O presidente do Congresso dos Estados Unidos, John Boehner, disse que ficou satisfeito com anúncio feito hoje (31) pelo presidente Barack Obama de que pedirá autorização do Parlamento para uma intervenção militar na Síria. Em pronunciamento nos jardins da Casa Branca, Obama comunicou a decisão de agir militarmente contra o regime sírio como punição pelo uso de armas químicas contra civis.

“Estamos prontos para atacar quando quisermos”, disse o presidente. Ele ressaltou, porém, que pedirá a autorização dos congressistas “para o uso da força” e pediu que estes apoiem a operação contra a Síria em nome da segurança nacional norte-americana. O Congresso está em recesso até 9 de setembro, o que parece afastar a perspectiva de uma ação militar iminente contra o regime de Bashar Al Assad.

Parlamentares republicanos indicaram neste sábado que o pedido de autorização de Obama será analisado logo na semana de 9 de setembro. “Estamos satisfeitos por o presidente ter pedido autorização para uma intervenção militar na Síria”, disse Boehner, em comunicado conjunto dos congressistas republicanos.

No pronunciamento em que anunciou a decisão de intervir na Síria, Obama não fez referência a qualquer sessão extraordinária do Congresso, mas explicou que manteve contatos com parlamentares, que concordaram em debater o assunto no recomeço dos trabalhos.

Notícias Relacionadas