Exército e segurança presidencial se preparam para desfile do 7 de Setembro

Marcelo Brandão
Repórter da Agência Brasil

Brasília – O trânsito na Esplanada dos Ministérios foi interrompido, na manhã de hoje (31), devido ao ensaio para o desfile do 7 de Setembro. Oficiais do Exército e representantes do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) simularam a chegada ao local da presidenta da República, Dilma Rousseff, assim como a saída. O tradicional Rolls Royce presidencial, escoltado por 13 batedores, foi usado no ensaio. Uma funcionária da Presidência representou a presidenta Dilma.

O trânsito na Esplanada foi desviado para vias adjacentes. Jipes, carros, motos e um tanque do Exército também foram usados na simulação. Representantes da Secretaria de Educação do Distrito Federal também estiveram na Esplanada para os ajustes da participação de estudantes da rede pública no desfile do próximo sábado (7).

Perto dali, em frente à Catedral Metropolitana, a Polícia Militar (PM) acertava os últimos detalhes da segurança que será empregada no feriado em comemoração ao feriado do Dia da Independência. De acordo com a assessoria da PM, o esquema de segurança e o efetivo utilizado serão divulgados na próxima terça-feira (3). Contudo, segundo a assessoria da PM, está previsto um aumento no efetivo em relação aos anos anteriores, em virtude das manifestações que estão sendo marcadas por redes sociais para o momento da parada militar.

Este ano, o tempo do desfile será menor, terá cerca de uma hora e dez minutos de duração, com início às 9h10. A assessoria do Ministério da Defesa alegou que o evento estava “cansativo”, por causa do clima quente e seco da capital federal nesta época, justificando a redução no tempo. A estimativa do órgão é de que 25 mil a 27 mil pessoas acompanhem o desfile das arquibancadas, que estão em fase final de montagem.

Notícias Relacionadas