Suplente de Donadon, Amir Lando é acusado de improbidade no DF

O recém-empossado deputado federal Amir Lando (PMDB-RO), suplente de Natan Donadon (sem partido-RO), que teve seu mandato mantido pelo Congresso Nacional na última quarta-feira (30), também tem problemas com a Justiça: ele é acusado pelo MPF (Ministério Público Federal) do Distrito Federal de participar de uma ação de improbidade, enquanto era ministro do governo Lula.

Lando é acusado pelo MPF (Ministério Público Federal) no Distrito Federal por participação em caso de improbidade administrativa. Contra Lando, a ação pede o ressarcimento aos cofres públicos do valor gasto. Já com relação ao ex-presidente Lula, o MP pede a condenação pela prática de improbidade administrativa e também a devolução do dinheiro público investido no episódio.

Segundo a ação, os dois devem ao erário, pelo menos R$ 9,5 milhões, pelo envio irregular de correspondências aos segurados do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), de conteúdo propagandístico e destoante do interesse público.(UOL Notícias)

Notícias Relacionadas