Internautas saem em defesa do diplomata Eduardo Saboia

O embaixador Eduardo Saboia está sendo defendido por internautas, que promovem um abaixo-assinado no site Avaaz.org. O diplomata declarou ser o responsável pela operação que trouxe o senador Roger Pinto Molina ao Brasil de forma clandestina. O parlamentar estava asilado, há mais de um ano, na embaixada brasileira na Bolívia e, mesmo insistindo, não conseguiu salvo-conduto para deixar o país.

Os defensores da liberdade de Molina temem agora que Saboia receba sanções do Itamaraty, já que ele trouxe o senador passando por cima de ordens superiores e causou um certo desconforto para a relação Brasil-Bolívia – fato que gerou, inclusive, a demissão do ministro Antonio Patriota (Relações Exteriores).

A petição em favor de Saboia pede para que ele “ não seja alvo de inquérito nem punido por conduzir ao Brasil o asilado Roger Pinto Molina”. A iniciativa já conta com mais de 1.200 assinaturas, onde todos acreditam que o embaixador teve muita “coragem” diante de uma situação insustentável de cárcere privado. No Facebook, há uma página chamada “ Pró-Eduardo Saboia” que já tem 3,7 mil curtidas. (Diário do Poder)

Notícias Relacionadas