Mulher grávida é estuprada por pai e filho de 16 anos no interior

Uma técnica em enfermagem, grávida de seis meses, foi estuprada por dois homens no interior da Bahia. A jovem de 27 anos estava a caminho do trabalho, no hospital do município de Itatim, localizado a 208 quilômetros de Salvador, quando os acusados assaltaram e violentaram a mulher. De acordo com o titular da Delegacia de Castro Alves, Adilson Bezerra, a vítima esperava por um ônibus em posto de gasolina da cidade de Santa Terezinha quando decidiu viajar em um ‘ligeirinho’ – uma espécie de transporte clandestino – para chegar mais cedo no trabalho.

Cledson dos Santos Souza, 32 anos, dirigia o veículo acompanhado pelo filho, um adolescente de 16 anos. Durante o percurso, os acusados desviaram da rodovia e entraram em uma estrada rural, onde anunciaram o assalto e ameaçaram a técnica com uma peixeira.

“Ela prontamente entregou o celular e toda a quantia de dinheiro que portava”, relata o delegado Bezerra. “Foi no momento que a vítima implorou para não ser morta porque estava grávida – ela chegou a mostrar a barriga de seis meses, que já está grandinha – que eles decidiram estuprá-la”.

O adolescente passou para o banco de trás e começou a violentar a mulher, enquanto o pai dele a ameaçava com a peixeira. Com medo de perder o bebê, a técnica em enfermagem não resistiu.

“Ela nos contou que permaneceu parada, e que só fazia chorar, porque estava com medo da criança morrer ou pior – de eles matassem o bebê caso ela tentasse lutar”, disse o titular. “Após o adolescente terminar, ele pegou a arma do pai, que também abusou da mulher. A vítima ainda foi abusada mais uma vez pelo rapaz, e nenhum dos homens usou preservativo”. (Correio)

Notícias Relacionadas