Wagner consome R$ 56 mil/dia ou R$ 1,6 milhão/mês com o seu helicóptero

Wagner e a sua máquina top de linha. Como dizia o personagem de Jô Soares: “Tira o tubo”!
Wagner e a sua máquina top de linha. Como dizia o personagem de Jô Soares: “Tira o tubo”!

REDAÇÃO DO JORNAL DA MÍDIA

O helicoptero top de linha, modelo Esquilo, do governador Jaques Wagner, consome nada mais nada menos que R$ 56 mil por dia, ou a bagatela de R$ 1.680 milhão por mês. A aeronave, que faz diariamente o percurso com Wagner a bordo  entre o Palácio de Ondina e o Centro Administrativo da Bahia, representa um custo anual com manutenção superior a  R$ 13 milhões.

Esses dados são bem superiores ao que se divulgava antes, inclusive pelo JORNAL DA MÍDIA, de que o helicóptero consumia algo próximo a R$ 400 mil/mês.

Divulgados ontem no plenário da Assembleia Legislativa pelo deputado Elmar Nascimento (PR), impressionam pela magnitude e, principalmente, se for observada a crise financeira sem precedentes enfrentadas pelo Estado da Bahia, que levou o governador a decretar um “plano de contigenciamento” para economizar R$ 350 milhões do orçamento.

Wagner, o mais caro do mundo.

Os exorbitantes custos do brinquedinho  divulgados pelo parlamentar foram levantados com base em números do Sicof/ Firplan.

“Se for se contabilizar as mordomias do seu cargo com o que ele recebe, o governador Jaques Wagner talvez seja o executivo mais caro do mundo, incluindo aí os executivos de grandes empresas multinacionais”, sustentou  Elmar.

Segundo o deputado Elmar, o  governo  diz que o helicóptero é usado 120 dias por ano. Só? Além disso, existe uma despesa de R$ 1,2 milhão para custear recepção, homenagens, hospedagens e serviços de manutenção da poposa residência oficial do governador, o Palácio de Ondina.

“É aí, governador, que se corta despesa. Venda a aeronave, acorde mais cedo e venha trabalhar como todo baiano de bem. Nem o executivo da maior empresa do mundo usa um helicópetero ao custo de 56 mil reais por dia”, detonou o deputado.

Improbidade

O helicóptero de Wagner está dando mesmo o que falar. O governador de São Paulo, Geraldo Alckimin, já mandou vender o dele às pressas, depois dos protestos de junho. O do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, reluta em seguir o exemplo. E Wagner vai tirando tudo de letra e continua sem querer pegar o trânsito infernal para chegar ao seu local de trabalho.

Com a imprensa inteirinha na mão, sob controle total, o governador vai levando tudo com seu jeitão de carioca da gema. E o povo, lá embaixo, enfrentando a violência e  pagando a conta.

O deputado Luciano Simões (PMDB)  entrou com uma ação pedindo para o Ministério Público da Bahia condenar Wagner por improbidade administrativa. Paulo Azi (DEM) quer mais.

““O governador troca de secretário, anuncia um pacote de contenção, mas continua investindo alto em publicidade (R$ 60 milhões no primeiro semestre), mantendo mordomias e passeando pelos céus da Bahia com seu helicóptero. Wagner realmente precisa acordar mais cedo, pegar o carro e ir trabalhar.  Seria uma ótima sinalização  para a população, de  que efetivamente está determinado a equilibrar as contas do governo”, frisou.

Leia também:

Notícias Relacionadas

3 Comentários

  1. johnny

    É brincadeira? Precisamos mudar logo o sistema politico brasileiro…

  2. andre

    os bahianos tem que dar o troco a esta corja de vagabundos nas eleições ai eu quero ver raca de VAGABUNDOS toda corja do PT bota todos do PT para andar de ônibus se depender de minha família PT não mais nem para sindico de prédio todos vao se farrar rebanho de vagabundos cadeia para todos do PT começando pelo Jaques wagner discarado jornal da mídia parabéns pelo trabalho na bahia não tem ninguém com a coragem de vcs

  3. Pacato Cidadão

    O povo baiano precisa ter mais conhecimentos desses fatos e saber votar no dia da eleição. Nunca houve anteriormente uma época de tanta falta de Segurança Pública como agora. Os telejornais da Bahia não param de exibir reportagens sobre explosões de caixas eletrônicos em todo o estado, principalmente nas cidades do interior. Teria que aumentar muito o número de policiais e treinar mais os já existentes. Sem falar da Saúde. Na televisão (na propaganda do governo) é mostrado só maravilhas, mas entrem em um hospital público e vejam como estão os corredores. Com um LARÁPIO desse no poder… coitado do Povo.

Comentários estão suspensos