Wagner consome R$ 56 mil/dia ou R$ 1,6 milhão/mês com o seu helicóptero

Wagner e a sua máquina top de linha. Como dizia o personagem de Jô Soares: “Tira o tubo”!
Wagner e a sua máquina top de linha. Como dizia o personagem de Jô Soares: “Tira o tubo”!

REDAÇÃO DO JORNAL DA MÍDIA

O helicóptero top de linha, modelo Esquilo, do governador Jaques Wagner, consome nada mais nada menos que R$ 56 mil por dia, ou a bagatela de R$ 1.680 milhão por mês. A aeronave, que faz diariamente o percurso com Wagner a bordo  entre o Palácio de Ondina e o Centro Administrativo da Bahia, representa um custo anual com manutenção superior a  R$ 13 milhões.

Esses dados são infinitamente superiores àqueles divulgados antes, inclusive pelo JORNAL DA MÍDIA, de que o helicóptero consumia algo próximo a R$ 400 mil/mês.

Divulgados ontem no plenário da Assembleia Legislativa pelo deputado Elmar Nascimento (PR), os números impressionam pela magnitude e, principalmente, se for observada a crise financeira sem precedentes enfrentada pelo Estado da Bahia, que levou o governador a decretar um “plano de contigenciamento” para economizar R$ 350 milhões do orçamento.

Wagner, o mais caro do mundo.

Os exorbitantes custos do brinquedinho  divulgados pelo parlamentar foram levantados com base em números do Sicof/ Firplan.

“Se for se contabilizar as mordomias do seu cargo com o que ele recebe, o governador Jaques Wagner talvez seja o executivo mais caro do mundo, incluindo aí os executivos de grandes empresas multinacionais”, sustentou  Elmar.

Segundo o deputado Elmar, o  governo  diz que o helicóptero é usado 120 dias por ano. Só? O governador só trabalha três meses no ano? Além disso, existe uma despesa de R$ 1,2 milhão para custear recepção, homenagens, hospedagens e serviços de manutenção da pomposa residência oficial do governador, o Palácio de Ondina.

“É aí, governador, que se corta despesa. Venda a aeronave, acorde mais cedo e venha trabalhar como todo baiano de bem. Nem o executivo da maior empresa do mundo usa um helicópetero ao custo de 56 mil reais por dia”, detonou o deputado.

Improbidade

O helicóptero de Wagner está dando mesmo o que falar. O governador de São Paulo, Geraldo Alckimin, já mandou vender o dele às pressas, depois dos protestos de junho. O do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, reluta em seguir o exemplo. E Wagner vai tirando tudo de letra e continua sem querer pegar o trânsito infernal para chegar ao seu local de trabalho.

Com a imprensa inteirinha na mão, sob controle total, o governador vai levando tudo com seu jeitão de carioca da gema. E o povo, lá embaixo, enfrentando a violência e  pagando a conta.

O deputado Luciano Simões (PMDB)  entrou com uma ação pedindo para o Ministério Público da Bahia condenar Wagner por improbidade administrativa. Paulo Azi (DEM) quer mais.

““O governador troca de secretário, anuncia um pacote de contenção, mas continua investindo alto em publicidade (R$ 60 milhões no primeiro semestre), mantendo mordomias e passeando pelos céus da Bahia com seu helicóptero. Wagner realmente precisa acordar mais cedo, pegar o carro e ir trabalhar.  Seria uma ótima sinalização  para a população, de  que efetivamente está determinado a equilibrar as contas do governo”, frisou.

Leia também:

Notícias Relacionadas

7 Comentários

  1. joão oliveira

    O governo baiano continua gastando toda essa grana e curtindo essa mordomia porque o povo baiano permite. Enquanto eles não reagirem que nem os paulistas, cariocas e gaúchos, o governo vai continuar como se estivesse sobrando dinheiro.

  2. Flávio Luiz Ferreira

    A miséria de qualquer espécie, não é a causa, é o efeito da imoralidade.” “- (Thomas Carlyle)

  3. Fernando Santana

    Os baianos hão de convir que acordar de ressaca e enfrentar os engarrafamentos montruosos de cada dia é barrill. Tadinho!

  4. reinaldo

    tem que se acabar com qualquer tipo de regalias,,e viverem de seus salarios,,, que ainda são altos,,,e complementado com acertos de todo tipo,,e favorecimentos!!!!

  5. Patrícia

    Pelo menos aqui no Rio, o Sérgio Cabral compensa o uso do helicóptero com um excelente governo.

  6. Luciano Morais

    Não há como um helicóptero gastar 56 mil reais por dia!

    O helicóptero teria de gastar 1 litro de gasolina por metro percorrido e ter o custo de manutenção para se construir um outro helicóptero a cada mês, o que no caso reforça a ideia de que sai mais barato descartar um helicóptero a cada mês.

    R$ 1.680.000,00 dá para comprar um helicóptero por mês.

    Ou essa notícia é mentirosa ou os baianos estão dormindo num sono profundo com esse suposto bandido chamado JAQUES WAGNER.

    Eu suspeito que esse político está superfaturando o custo de manutenção com esse helicóptero e os baianos estão sendo roubados.

  7. andre

    tem que fazer como o ministro Joaquim barbosa fez mandar todos do PT desta quadrilha chamada PT para a cadeia e o primeiro tem que ser Jaques wagner cachaceiros pelego demagogo cadeia em todos do PT parabéns ao jornal da mídia pois não esta comprada

Comentários estão suspensos