Câmara aprova Orçamento Impositivo e proposta vai ao Senado

A Câmara concluiu nesta terça-feira a votação do chamado Orçamento Impositivo, que obriga o governo a pagar as emendas individuais parlamentares, no valor equivalente a 1% da receita corrente líquida da União, cerca de R$ 6,8 bilhões a valores de 2013 ou R$ 6,2 bilhões a valores fechados de 2012. A PEC do Orçamento Impositivo foi aprovada, em segundo turno, e será agora analisada pelo Senado, onde a batalha ocorrerá em torno do percentual a ser destinado à Saúde.

O presidente da Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), anunciou que a Câmara vai pedir nesta quarta-feira ao presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), que o Senado aprove a destinação de 40% das emendas impositivas para a Saúde. Mas o PMDB do Senado já defende 50% para a Saúde — como quer o Palácio do Planalto.(Cristiane Jungblut, O Globo)

Notícias Relacionadas