Apagão foi causado por queimadas em linhas de transmissão privadas

blecautesalvadorO apagão de energia que atingiu todos os Estados do Nordeste, na tarde desta quarta-feira (28), foi provocado por queimadas em duas linhas de transmissão privadas no Piauí, que fazem a interligação entre o sistema do Norte e do Nordeste. O primeiro desligamento ocorreu às 14h58 na ligação entre Ribeiro Gonçalves e São João do Piauí. A linha é operada pela IENNE, empresa controlada pela espanhola Isolux. Este circuito foi religado às 15h04, mas houve um novo desligamento, pelas mesmas razões, às 15h06.

Pouco depois, também devido a queimadas, outra linha de transmissão que conecta Ribeiro Gonçalves a São João do Piauí, foi desligada às 15h08. Esta linha é operada pela Taesa, empresa controlada pela Cemig. As informações são do ONS (Operador Nacional do Sistema). Diante do problema, houve perda de “sincronismo e consequente separação da região Nordeste do restante do Sistema Interligado Nacional”.

A perda de carga foi de 10.900 MW, o que provocou o desligamento adicional das seguintes linhas: Presidente Dutra/Teresina, Presidente Dutra/Boa Esperança e Bom Jesus da Lapa/Rio das Éguas. Ainda de acordo com o ONS, a recomposição da energia foi concluída às 17h30 nas capitais do Nordeste. No momento algumas cidades do interior ainda continuam às escuras, segundo o ministro Edison Lobão. (Folha)

Reflexos na Bahia

Camaçari – O Polo Petroquímico de Camaçari, localizado na Região Metropolitana de Salvador (RMS) teve algumas fábricas intrttomprtsm sd operações por medida de segurança. O apagão afetou também alguns serviços como telefonia móvel, internet, além de causar congestionamentos na cidade de Camaçari.

Aeroporto – A Infraero informou que no Aeroporto Internacional de Salvador também houve queda de energia, mas foi normalizada com o auxílio de geradores e não apresentou problemas com os voos programados

Ferry parado – Com os geradores dos terminais de São Joaquim e Bom Despacho com problemas, o sistema ferryboat ficou parado por três horas, deixando milhares de usuários e veículos sem transporte marítimo.

Congestionamento – O apagão deixou o trânsito completamente congestionado na região do Iguatemi e avenidas como Paralela, Juracy Magalhães, Garibaldi e Bonocô. As sinaleiras sem funcionar foi o motivo, segundo a Superintendência de Trânsito e Transporte do Salvador (Transalvador), que recomenda aos motoristas a redobrar os cuidados nos congestionamentos.

Notícias Relacionadas

1 Comentário

  1. Carlos Carvalho

    essa questão do apagão fica mais seria ainda, com a constatação de que uma queimada provocou o desligamento da rede elétrica no Nordeste. Isso mostra o tamanho da vulnerabilidade do sistema. sem manutenção o mato crsce e fica suscetível de acontecer incêndios. E extremamente importante fazer-se a manutenção dos locais onde passa a rede, para evitar-se coisas desse tipo. O governo reduziu as tarifas de energia e descapitalizou as empresas. Aí deu no que deu e a tendência e piorar. Já se vão seis apagoes só em 2013. O governo precisa colocar pessoas competentes a frente de programas tão importantes. Os políticos não servem para gerênciar tais programas.

Comentários estão suspensos