Sete dos 24 feridos no desabamento da zona leste estão em estado grave

Flávia Albuquerque e Marli Moreira
Repórteres da Agência Brasil

São Paulo- Sete dos 24 feridos estão em estado grave entre os resgatados até as 13h13 sob os escombros do desabamento de um prédio em construção, ocorrido por volta das 8h30 de hoje (27), na Avenida Mateo Bei, no bairro de São Mateus, na zona leste da cidade. Até as 12h20, foi confirmada a morte de seis pessoas. Estima-se que pelo menos mais nove pessoas ainda estejam soterradas.

Dois deles conversavam pelo celular com os bombeiros por volta das 12h20, ajudando a orientar os socorristas no resgate, pois estavam presos sob pedaços de lajes e outros materiais da obra. Segundo o major Anderson de Oliveira Lima, do Corpo de Bombeiros (CB), 63 homens estão trabalhando no local para onde foram enviadas 23 viaturas.

Eles contam com a ajuda de cães farejadores, de um helicóptero da Polícia Militar, além do apoio da Subprefeitura com a disponibilização de ambulâncias do Serviço Móvel de Urgência (Samu), de pessoal da Defesa Civil, das companhias Eletropaulo, Sabesp e Congás.

Na avaliação do major, ainda é prematura falar em hipóteses para o desabamento da construção de dois andares. No local, já funcionou um posto de gasolina, mas ele descartou a possibilidade de ter ocorrido uma explosão. “Não houve explosão e sim um colapso na estrutura”, afirmou ele. As causas serão ainda apuradas pela perícia da Polícia Técnico-Científica. O 49º Distrito Policial, de São Mateus, será responsável pelo inquérito.

Cinco edificações vizinhas foram interditadas por terem sofrido abalo na estrutura, entre elas duas são residências e as demais estabelecimentos comerciais. A obra que desabou media cerca de mil metros quadrados e abrigaria uma loja de roupas populares. Por meio nota, o Magazine Torra Torra afirmou que a construção não pertencia a sua rede, mas que tinha um contrato de locação que começaria após a conclusão das obras.

“Dessa forma, o Magazine Torra Torra não tem nenhuma responsabilidade sobre a parte de engenharia civil”, diz o comunicado. Ainda, segundo a nota, uma empresa de engenharia contratada por essa loja estava fazendo uma avaliação sobre as condições de uso do prédio.

O local do acidente foi isolado e o trânsito desviado entre a Rua Paulino Cursi e a Avenida Maria Cursi, de acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). A CET recomendou aos motoristas que evitem trafegar por aquela região. Por causa do desabamento, a São Paulo Transportes (SPTrans) desviou 24 linhas de ônibus entre as quais duas linhas de trólebus: a 342M –10 – Terminal São Mateus/Terminal Penha e a 2290 – Terminal São Mateus/Terminal Parque Dom Pedro.

Notícias Relacionadas