Vitória: Caio leva jogadores para treinamento em campo coberto

Salvador – Chuva e frio – temperatura de 10 graus em Curitiba. Por causa disso, Caio Júnior cancelou o treino inicialmente programado para o CT do Caju, do Atlético do Paraná, e levou os jogadores do Vitória ao Trieste Futebol Clube, no bairro de Santa Felicidade.

Em um campo de futebol coberto e com grama sintética, Caio conversou com o grupo analisando a atuação diante do Santos, sábado passado, e sobre o jogo desta terça-feira, contra o Coritiba, às 21h50, em Curitiba, pela Copa Sul-Americana.
Posteriormente, os jogadores fizeram aquecimento com o preparador físico Dolivan Dalla Valle, e concluíram com uma roda de bobo a atividade que durou no total 40 minutos.
Os dois goleiros – o boliviano Guillermo foi desligado nesta segunda-feira e viajou para reforçar o sub -20 na Copa BH – Wilson e Gustavo treinaram separados com o preparador Washington Rufino.
Dos 19 jogadores no grupo – completa 20 agora à noite com a chegada do volante Edson Magal – o único que não participou das atividades foi Luís Alberto. Reclamando de dores na panturrilha, o volante pedalou na bicicleta ergométrica na academia do Trieste.
“Nada que preocupe. Estou bem e vou jogar”, garantiu Luís, que se queixou após o jogo contra o Santos. O jogador foi examinado pelo médico Rodrigo Vasco da Gama. “Luís fez um trabalho controlado e amanhã (terça) será avaliado”, disse o médico. Luís prosseguiu o tratamento com o fisioterapeuta Anderson Araújo.
Caio Júnior deu entrevista após o treinamento e destacou a importância de o Vitória tentar marcar um gol na partida. “Porque aí o Coritiba teria que fazer três”, comentou.
O frio não preocupa o treinador. Para ele, é mais fácil o jogador acostumado com o calor se adaptar ao frio que vice-versa. “Minha preocupação é com a chuva para o campo não ficar pesado”, acrescentou.
O treinador confirmou Dimas na lateral-direita e Victor Ramos na zaga, mas não adiantou a escalação do time.

Notícias Relacionadas