Capa » Blogs » Blog do JM » Suposto médico cubano sai de hotel e some no Paraná

Suposto médico cubano sai de hotel e some no Paraná

José Ricardo Marin FornoO médico cubano José Ricardo Marin Forno, 46 anos, ginecologista, saiu na manhã de segunda-feira (19), de um hotel no centro de Cascavel para caminhar, e até agora não retornou.

De acordo com a Polícia Federal, o homem disse que veio ao Brasil atraído pelo Programa Mais Médicos, mas que estava fugindo do seu país de origem. O cubano contou ainda que seu pai é médico em Miami, nos Estados Unidos, e que aguardava que ele encaminhasse algum dinheiro. A PF deu entrada no pedido de refúgio, que é decidido pelo Comitê Nacional para os Refugiados (Conare), do Ministério da Justiça.

Leia também:

O suposto médico, no entanto, pode ser um golpista internacional. A versão online do jornal Diario Victoria, da Argentina, mostrou que, em fevereiro deste ano, Forno também desapareceu de um hotel sem pagar as contas. O periódico coloca em dúvida a formação médica do cubano. Ele teria aplicado golpes, inclusive em prefeitos, na Bolívia, Peru e Equador.

Ainda segundo o jornal, na Bolívia, ele contou a mesma história de que seu pai está em Miami e conseguiu convencer muita gente.

No Peru, segundo reportagem do canal ICATV, ele disse que uma junta de 11 médicos cubanos iria atender gratuitamente na cidade e conseguiu extorquir um prefeito local. Ele acabou preso na província de Ica após o prefeito denunciá-lo. (Diário do Poder)