Expo 2015 de Milão vai ser focada no combate à fome

AGÊNCIA ANSA

Milão- Tomando como mote o tema da Expo 2015 de Milão, cujo destaque será a luta contra a desnutrição no planeta, um grupo de italianos propôs iniciativas de combate a problemas ligados à fome. Uma das iniciativas da Expo4Children é, dentro de dois anos, desenvolver programas para melhorar o abastecimento de comida e criar dietas alimentares saudáveis que possam atingir ao menos 500 mil crianças em países em desenvolvimento. A iniciativa incluiria assistência às escolas, assim como estímulo aos agricultores locais. A expectativa é que grandes empresas e institutos de pesquisa renomados colaborem o projeto.

O projeto está sendo concebido pela Câmara de Comércio de Milão e envolve oito temas diferentes que dizem respeito à Expo 2015 – incluindo um segmento dedicado às organizações não-governamentais e aos voluntários. E, dentro deste bojo, diversas ONGs se reuniram para pensar em planos e projetos que se coadunem com o tema oficial da feira mundial: “Alimentando o Planeta – Energia para a vida”, que se foca na luta contra a subnitrição mundo afora, sustentabilidade, melhora da saúde, cooperação global e novas tecnologias.

Uma série de sub-temas também foram postos em pauta pelo comitê organizador da Expo de Milão, como ciência e tecnologia, segurança, cuidada e qualidade alimentar, inovação agrícola, educação alimentar, alimentação e estilos de vida mais saudáveis, alimentação e cultura e cooperação e desenvolvimento da alimentação.

No site da Expo Milão, os organizadores dizem que tencionam tirar o problema da fome do aspecto histórico, cultural e antropológico para torná-lo uma questão técnica, científica e econômica. “A história da humanidade está repleta de exemplos que demonstram as diversas maneiras pelas quais os homens manipulam e usam a natureza para obter comida: as técnicas e tecnologias mudaram as maneiras de pescar, plantar, distribuir e consumir comida”, explicam os organizadores.

“Na Expo 2015, a habilidade de transformar a natureza para obter comida será o centro das atenções de participantes e visitantes”, dizem os organizadores. Espera-se que a Expo 2015, que ocorrerá entre 1º de maio e 31 de outubro de 2015, atraia 20 milhões de visitantes, transformando o evento em uma oportunidade para governos, empresários e agências voluntários para promover suas ideias de combate à fome.

“A Expo de Milão 2015 quer deixar uma contribuição para a luta contra a fome e a sede – um dos grandes objetivos dentre as metas da Organização das Nações Unidas para o milênio – com um esforço para dividir perspectivas e soluções… Uma contribuição essencialmente baseada em mostrar casos positivos, histórias de sucesso e modelos efetivos”, concluíram os organizadores. (Ansa Brasil)

Notícias Relacionadas