Internacional faz 3 a 0 no Salgueiro pela Copa do Brasil

No jogo de volta, o Inter pode perder até por 2 a 0 para carimbar a classificação às semifinais
No jogo de volta, o Inter pode perder até por 2 a 0 para carimbar a classificação às semifinais
Porto Alegre – O Internacional obteve boa vantagem na busca pela vaga nas quartas de final da Copa do Brasil ao vencer o Salgueiro por 3 a 0, na noite desta quinta-feira, no Estádio do Vale, em Novo Hamburgo. O time colorado teve amplo domínio sobre o adversário pernambucano e criou inúmeras chances na etapa inicial. Porém, os gols saíram somente no segundo tempo, com os ‘gringos’ D’Alessandro, de pênalti, Scocco e Forlán.

Agora, o Inter pode até perder por dois gols de diferença no jogo de volta, marcado para a próxima quinta-feira (29/8), em Pernambuco, que garante a classificação. Pelo Brasileirão, o Campeão de Tudo volta a atuar neste domingo, diante do Goiás, no Estádio do Vale.

O Inter teve uma novidade de última hora na escalação. O goleiro Muriel sofreu uma pancada na região abdominal no treino de quarta-feira e acabou sendo vetado pelo departamento médico. Seu irmão mais novo, Alisson, 20 anos, assumiu a titularidade.

Sufoco – Sob chuva, no Estádio do Vale, o time colorado pressionou insistentemente o adversário de Pernambuco, ficando praticamente durante os primeiros 45 minutos somente no campo de ataque. Aos 5min, Fabrício chutou cruzado da esquerda e a bola passou raspando a trave esquerda. Três minutos depois, após bate-rebate na entrada da área, D’Alessandor chutou rasteiro e Mondragon fez defesa parcial. No rebote, Jorge Henrique chutou e a bola explodiu no travessão.

O Salgueiro apenas se defendia e tentava arrefecer o ímpeto colorado a partir do anti-jogo. Aos 13min, o goleiro Mondragon recebeu o amarelo por retardar a cobrança de tiro de meto. Aos 19min, Forlán arriscou de fora da área, ao seu melhor estilo, e a bola saiu ao lado esquerdo. Aos 22min, foi a vez de Leandro Damião criar mais uma situação clara de gol, em cabeceio que passou perto da trave esquerda. Aos 25min, Forlán cobrou escanteio fechado e por pouco não marcou mais um gol olímpico com a camisa colorada, mas Mondragon deu um tapa na bola e evitou que ela entrasse.

Aos 30min, o Salgueiro ameaçou em cobrança de falta batida por Daniel que acertou o travessão. Porém, foi um lance totalmente isolado, pois só dava Inter. Aos 32min, Ygor – que atuava como lateral-direito – cruzou rasteiro e Damião tentou de letra, mas Mondragon fez a defesa. Pouco depois, Forlán fez nova investida de longe e a bola passou rente à trave esquerda. Aos 41min, Jorge Henrique concluiu de dentro da área, tirando tinta do poste esquerdo. No lance seguinte, Forlán recebeu pela direita e chutou com força, por cima do gol pernambucano.

A pressão do Inter se manteve até o apito final do primeiro tempo, mas o gol incrivelmente não saiu. Aos 47min, Fabrício fez boa jogada pela esquerda e tocou para a pequena área, mas a bola desviou em Ronaldo Alves praticamente em cima da linha do gol.

D’Alessandro faz 1 a 0 de pênalti

No intervalo, Dunga promoveu a entrada de Scocco no lugar de Ygor. Assim, o Inter passou a atuar com três atacantes. Logo aos 2min, Leandro Damião foi derrubado na área e o árbitro marcou pênalti. D’Alessandro cobrou com categoria e marcou o seu 50º gol em 227 jogos com a camisa colorada.

Aos 6min, a zaga adversária falou e Damião invadiu a área sem marcação, mas acabou chutando para fora. Aos 12min, D’Alessandro fez grande lançamento para Forlán, que recebeu na área e chutou cruzado, rente ao poste direito. Mondragon ainda tocou na bola antes que ela saísse pela linha de fundo. Aos 19min, Otávio entrou no lugar de Damião.

O segundo gol saiu ao natural, na medida em que o Inter manteve a postura extremanente ofensiva. Aos 21min, Forlán cruzou da esquerda, Mondragon não conseguiu interceptar a bola pelo alto e Scocco apareceu no segundo poste para empurrar de cabeça para o fundo do gol. Foi o terceiro gol do atacante argentino em cinco jogos pelo Inter.

O Campeão de Tudo seguiu em ritmo forte em busca do terceiro gol. Aos 31min, Forlán cruzou e Ronaldo Alves cabeceou perigosamente sobre o travessão. Logo depois, Otávio concluiu mas a bola também ganhou muita elevação. Aos 36min, Forlán teve duas chances. Na primeira, Mondragon defendeu e evitou o gol, e na segunda a bola passou muito perto da trave direita. Aos 40min, foi a vez de Scocco criar oportunidades no ataque. Na primeira tentaiva, o camisa 32 chutou com estilo, de dentro da áera, e o goleiro defendeu. Na sequência, cabeceou sobre o o gol pernambucano.

Para fechar com chave de ouro a noite chuvosa no Vale do Sinos, aos 42min, Scocco cruzou e Forlán, livre de marcação na pequena área, cabeceou para definir o placar. 3 a 0! Foi o 22º gol do uruguaio e o 17º na temporada. Aos 46min, a zaga do Salgueiro se atrapalhou e por pouco que Jorge Henrique não marcou o quarto gol. O chute cruzado se perdeu pela linha de fundo. Aos 50min, Alex, que havia entrado no lugar de Kleber, acertou o travessão em chute de fora da área.

Ficha técnica:

Internacional (3): Alisson; Jorge Henrique, Juan, Ronaldo Alves e Kleber (Alex, aos 27min do 2º tempo); Ygor (Scocco, no intervalo), Willians, Fabrício e D’Alessandro; Forlán e Leandro Damião (Otávio, aos 19min do 2º tempo). Técnico: Dunga.

Salgueiro (0): Mondragon; Tamandaré, Alemão, Raniery e Daniel; Moreilândia (Rodolfo), Pio, Victor Caicó, Alexson (Sudo) e Yerien (Canga); Fabrício Ceará. Técnico: Marcelo Chamusca.

Gols: D’Alessandro (I), de pênalti, aos 3 minutos do segundo tempo, Scocco (I), aos 21 minutos do segundo tempo, Forlán (I), aos 42 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos: Mondragon, Moreilândia, Fabrício Ceará, Alemão (S); D’Alessandro, Leandro Damião (I).
Público: 2.355 (1.673 pagantes). Renda: R$ 46.380,00.
Arbitragem: Alicio Pena Júnior (MG), auxiliado por Rodrigo Henrique Correa (RJ) e Cristhian Passos Sorence (GO).
Local: Estádio do Vale, em Novo Hamburgo.

Notícias Relacionadas