Capital baiana virou a terra do medo, mas governo diz que violência caiu.

Comovente o esforço da Secretaria de Segurança Pública (SSP) em esclarecer o assassinato da servidora da Ufba Selma Barbosa Alves. Os autores do crime foram presos em 24 horas.

Na Bahia, funciona assim: crimes contra policiais e aqueles com grande repercussão na mídia são logo resolvidos. Os demais, ou seja, praticamente todos, caem no esquecimento.

A SSP jura que a violência está diminuindo no Estado. Segundo a secretaria, o numero de homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte caiu quase 11% nos primeiros seis meses deste ano na Bahia em relação ao mesmo período de 2012.

Parabéns, secretário Maurício Barbosa.

O esforço agora é convencer a opinião púbica de que esses números são reais e expressam o sentimento dos baianos e a realidade das ruas, da periferia, dos bairros nobres, dos becos, das esquinas e delegacias dessa cidade.

Salvador virou a terra do medo. Hoje, é programa de risco fazer compras no supermercado ou num shopping de bairro, ir num restaurante, dar carona, estacionar o carro, caminhar por ai, passear, brincar, ser gente. (Leia mais detalhes na coluna Papo Afiado. Clique AQUI)

Notícias Relacionadas