EUA não conseguem superar desgaste provocado por espionagem no Brasil

CLÁUDIO HUMBERTO

O secretário de Estado dos EUA, John Kerry, não conseguiu superar no Brasil o desgaste provocado pela revelação de que o governo Barack Obama monitorava comunicações eletrônicas de brasileiros, por meio de centrais de rádio. Mas para garantir sua segurança, na visita a Brasília, a embaixada norte-americana pediu e obteve do governo brasileiro 22 frequências de rádio que foram usadas durante 48 horas.

Anatel boazinha – As estações de rádio amavelmente cedidas pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) dispensam o uso de telefones celulares.

Besteirol – Como hipopótamo em loja de cristais, John Kerry disse em Brasília que os EUA espionaram ?para o bem do Brasil?. E nem foi expulso do País.

Nós pagamos, eles não – Para ter acesso à radiofrequência, o brasileiro precisa pagar pelo uso. Mas, desde 2004, estrangeiros são isentos de qualquer taxa.

Parar por quê? – Além das frequências móveis, os EUA mantêm 43 estações fixas em quatro estados brasileiros, que estão autorizadas até junho de 2019. (Coluna de Cláudio Humberto)

Notícias Relacionadas