Conflito entre fazendeiros e indígenas leva tropas da Força Nacional para o Sul da Bahia

Tropas da Força Nacional de Segurança devem começar a chegar a partir deste domingo (18) a região de Buerarema, a 451 quilômetros de Salvador, no sul da Bahia. A pedido do governador Jaques Wagner, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, também determinou o reforço da Polícia Federal na área de conflito. Durante a semana, produtores rurais protestaram, reivindicando a devolução de terras que teriam sido invadidas por indígenas.

Nas manifestações, carros foram incendiados e equipamentos públicos depredados. Cerca de 300 índios tupinambás participam da ocupação de fazendas na região. Nesta sexta-feira, a manifestação teve início de forma pacífica na praça principal da cidade. De lá, os manifestantes seguiram até a BR-101 e bloquearam o fluxo de veículos na região por 10 horas. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) precisou intervir para liberar a pista. O protesto provocou um congestionamento de 10 quilômetros.

A PRF, no entanto, não conseguiu impedir a queima de quatro veículos oficiais que tentaram romper a barreira. Um deles era um carro da Secretaria de Saúde do município de Pau Brasil que transportava dois índios pataxós e duas crianças, de 8 e 10 anos. Em Buerarema, os manifestantes ainda depredaram uma agência do Banco do Brasil e saquearam uma loja da Cesta do Povo. (Correio)

Notícias Relacionadas