Marcha para Jesus reúne evangélicos em Brasília

Agência Brasil

Brasília – Milhares de evangélicos estão reunidos para participar da Marcha para Jesus. Os organizadores estimam a presença de até 30 mil pessoas. De acordo com a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), o público estimado chega a 8 mil pessoas. Desse total, 7 mil caminharam pelo Eixo Monumental, uma das principais avenidas da cidade, ao som de música gospel e orações.

A marcha teve início às 15h, quando os evangélicos se concentraram na Praça do Buriti, em frente à sede do governo do Distrito Federal. Por volta das 16h, eles saíram em caminhada pelo Eixo Monumental acompanhados de trios elétricos em direção ao palco montado na Esplanada dos Ministérios. Três faixas da via foram interditadas.

O show no canteiro central da Esplanada, em frente ao Museu da República, deverá acabar por volta das 23h. Além das apresentações de cantores gospel e de 15 grupos do Distrito Federal, haverá culto.

A Marcha para Jesus começou na Inglaterra, em 1980. Atualmente, o evento ocorre em diversas cidades brasileiras. No Distrito Federal, a marcha é organizada pela Confederação dos Conselhos de Pastores do Brasil (Concepab), pelo Conselho de Igrejas e Pastores Evangélicos (Cipe), Conselho de Pastores Evangélicos do Distrito Federal (Copev-DF), pela Federação Nacional das Igrejas Cristãs (Fenaic) e pelo Fórum Evangélico Nacional de Ação Social e Política (Fenasp).

Notícias Relacionadas

1 Comentário

  1. alan kevedo

    SEITAS E RELIGIÕES se movem sobre estrururas de mando e essas engrenagens precisam ser engraxadas, com dinheiro. Esse dinheiro é canalizado para engordar contas bancárias de quem se diz em missão direta, com a divindade, enquanto controla redes de submissão. Na base, financiadora de tais delírios, a membresia dizimista, ignara, inculta, se move impulsionada por uma fé cega, estágio civilizatório sofrível, onde a violência contra mulheres, homossexuais, crianças, moradores de rua e até animais cresce dia a dia. “Ela é poderosa porque não a reconhecemos. Enquanto existir, será ativa” Essas frases são retiradas do magnífico evangelho de Felipe e descrevem a IGNORÂNCIA. Já os quatro evangelhos que constam de nossas versões bíblicas, enxertados e alterados, principalmente o de Mateus e o de Lucas, vêm nos dizer de fundação de Igreja e convite a malfeitor, para o paraíso, coisas que contrariam o grande Jesus que sentencia: ” Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará” e fazia passeatas contra fariseus e outros religiosos, lá na Palestina efervescente do tempo dele. Dizer “Em nome de Jesus” para enganar o próximo é o cânone mais quintessenciado da blasfêmia. Carlos Gardel cantava “Enquanto houver um cabaré, um otário, haverá um tango”. SEITAS e RELIGIÕES dispensam apenas o cabaré para perpetuarem-se.

Comentários estão suspensos