Governo Federal irá investigar contratos de estatais por cartel

A CGU (Controladoria-Geral da União) iniciou nesta semana uma ofensiva para investigar, em duas frentes, ramificações do cartel formado por empresas do setor metroviário em São Paulo e no Distrito Federal. Uma das investigações terá como foco uma avaliação preliminar de contratos firmados por estatais federais com as empresas envolvidas no cartel.

Como a Folha revelou, cinco fornecedoras de equipamentos –como a espanhola CAF, a francesa Alstom e a alemã Siemens– receberam, desde 2003, R$ 401 milhões das estatais CBTU (Companhia Brasileira de Trens Urbanos) e Trensurb. Há ainda outros R$ 425 milhões a serem recebidos por duas empresas.

Segundo a CGU, órgão de controle vinculado à Presidência da República, a verificação “subsidiará a análise quanto à necessidade de ações de controle (auditoria) específicas” dos contratos.

Uma segunda frente de ação envolve questionamentos específicos à multinacional Siemens, que delatou ao Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) a participação em um cartel que atuou em licitações promovidas pelos governos paulista e do DF.(Folha de São Paulo)

Notícias Relacionadas