Feliciano diz que queda da popularidade de Dilma é obra divina

O pastor e deputado federal nas horas vagas, Marco Feliciano (PSC), disse durante a inauguração de uma igreja no Rio Grande do Sul, que a queda de popularidade da presidente Dilma Rousseff é uma obra divina. “A presidente do nosso país, que é do partido que mais me perseguiu, que é o PT, que há cinco meses estava com 75% de aprovação, caiu pra 30%, e ninguém consegue entender”, afirmou, antes de dizer que o motivo seria a “injustiça” sofrida por ele durante os protestos contra sua indicação à presidência da Comissão de Direitos Humanos da Câmara.

Notícias Relacionadas