Manifestantes participam da primeira reunião da CPI dos Ônibus no Rio

Agência Brasil

Rio de Janeiro – A primeira reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Ônibus, na Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro, foi realizada hoje (15) no Palácio Pedro Ernesto com a  presença dos vereadores que compõem a CPI, do presidente da Câmara, vereador Jorge Felipe (PMDB) e da imprensa. Dez manifestantes, com fitas pretas na boca, já estavam no interior da Casa e também acompanharam a reunião. Logo no início, o vereador Eliomar Coelho (PSOL), que propôs a criação da CPI, se retirou da sala em protesto por não ter sido escolhido para presidir os trabalhos.

Do lado de fora, manifestantes ocuparam a Avenida Rio Branco que, com trânsito intenso, chegou a ser fechada. Motoristas tiveram que retornar pela contramão, sob orientação de agentes da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET-Rio). Os agentes conseguiram liberar duas pistas da avenida, mas o congestionamento foi grande. Passageiros dos ônibus que estavam parados no engarrafamento desceram e se juntaram aos manifestantes.

Desde que a CPI dos Ônibus foi instalada, na última quinta-feira (8), com o objetivo de apurar os contratos das empresas de transporte público com a prefeitura, manifestantes ocupam o plenário da Casa, reivindicando a renúncia dos vereadores escolhidos para compor a comissão. Na reunião de hoje (15), que durou quase uma hora, foram aprovados requerimentos e agenda com as datas das audiências. A primeira audiência está marcada para o próximo dia 22.

Notícias Relacionadas