Joaquim Barbosa acusa Lewandowski de fazer ‘chicana’

A sessão desta quinta-feira (15) do Supremo Tribunal Federal (STF) de julgamento dos recursos dos condenados no processo do mensalão foi encerrada no final da tarde imediatamente após uma discussão entre o presidente Joaquim Barbosa e o vice Ricardo Lewandowski.

Em meio a um debate sobre o recurso do ex-deputado Bispo Rodrigues, em relação ao qual os dois divergiram, Joaquim Barbosa acusou Lewandowski de fazer “chicana” (no jargão jurídico, uma manobra para dificultar o andamento de um processo).

Lewandowski tinha sugerido interromper a discussão sobre o assunto para reiniciá-la na semana que vem, mas Barbosa foi contra.

“Presidente, nós estamos com pressa de quê? Nós queremos fazer justiça”, afirmou Lewandowski. “Nós queremos fazer nosso trabalho. Fazer nosso trabalho e não chicana”, respondeu Barbosa.

Em seguida, Lewandowski indagou ao presidente se estava sendo acusado de fazer chicana e pediu retratação. “Vossa excelência está dizendo que eu estou fazendo chicana? Peço que vossa excelência se retrate imediatamente”.

Barbosa disse: “Eu não vou me retratar, ministro”. (G1)

Notícias Relacionadas

3 Comentários

  1. josias

    lawandowski e o retrato da impunidade em pessoa esse senhor deseja de todas as formas liberar esses marginais de uma condenação justa. Quanta gente morreu em filas de hospitais assassinadas e ate de fome enquanto esses bandidos roubavam o dinheiro publico cadeia pra ele também por associação ao crime

  2. iara menezes

    o importante é que os reus já foram condenados,não importa se vão para a cadeia ou não,o importante é que não devemos esquecer os seus nomes,devemos lembrar sempre e exclui-los do cenario político.

Comentários estão suspensos