Ex-mulher de Michael Jackson denuncia abusos de médicos

Michael Jackson
Michael Jackson

AGÊNCIA ANSA

Los Angeles – A ex-mulher do cantor Michael Jackson e mãe dos dois filhos mais velhos do cantor, Debbie Rowe, disse, ao testemunhar em Los Angeles, que os médicos competiam entre eles para receitar analgésicos cada vez mais fortes ao astro que tinha um medo “incrível” de sentir dor.

Rowe testemunho no processo na qual a família do cantor processa a empresa organizadora de shows AEG, acusada de negligência por ter permitido ao médico Conrad Murray de administrar para Jackson anestésicos poderosos (entre eles o propofol que o teria matado).

A AEG organizou uma série de shows em Londres em 2009, que deveria ter relançado a carreira do astro pop. Jackson fez os ensaios, mas morreu por overdose de remédios em 25 de junho, antes de estrear. (Ansa Brasil)

Notícias Relacionadas