Senado aprova projetos que criam e remanejam cargos no Poder Executivos

Mariana Jungmann
Repórter da Agência Brasil

Brasília – O plenário do Senado aprovou hoje (14) projeto de lei que cria 2,7 mil novos cargos no Poder Executivo e outro que remaneja 2,5 mil. A maior parte das vagas que serão abertas são no Sistema Único de Saúde (SUS), 1,2 mil. Ainda não há previsão de quando serão os concursos para preencher os cargos.

Também serão criadas vagas nos ministérios do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior e de Meio Ambiente. Também foram criadas vagas na Agência Nacional de Vigilância Sanitária, na Polícia Rodoviária Federal e na Superintendência da Zona Franca de Manaus. São cargos de nível superior e médio em oito carreiras federais.

O projeto que trata de remanejamento vai transferir vagas que atualmente estão desocupadas nos ministérios da Previdência Social, da Saúde e do Trabalho para o de Meio Ambiente. Das 2,5 mil vagas existentes, 1 mil serão remanejadas e as outras deixarão de existir.

O objetivo dos dois projetos é reorganizar os órgãos públicos, otimizando as vagas disponíveis e reduzindo o número de funcionários terceirizados que prestam serviços ao governo federal atualmente. Os dois textos seguem para sanção presidencial.

Notícias Relacionadas