Peruanos e colombianos querem ter o direito de viajar à Europa sem visto

Renata Giraldi
Agência Brasil

Lima – O presidente do Peru, Ollanta Humala, vai pedir à Espanha e à Comissão Europeia que os peruanos possam ingressar em território espanhol, assim como nos demais países do bloco, sem a necessidade de concessão de visto. A ideia é firmar um acordo. O primeiro-ministro da Espanha, Mariano Rajoy, disse que há um acordo já firmado entre o seu país, o Peru, e a Espanha, relativo ao comércio. Antes de Humala, o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, fez a mesma solicitação à Espanha e União Europeia.

Para Rajoy, porém, o pedido de Humala ganhará força se obtiver também o apoio de mais países da América Latina com os quais há acordos de livre comércio com a União Europeia. Humala quer que o Peru seja integrado ao Acordo de Schengen (de 1995), que determina o fim de vistos para cidadãos que pertençam às referidas nações.

O Acordo de Schengen envolve a Alemanha, Áustria, Bélgica, República Tcheca, Dinamarca, Eslováquia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Hungria, Islândia, Itália, Letônia, Liechtenstein, a Lituânia, Luxemburgo, Malta, a Noruega, os Países Baixos, a Polônia, Portugal, a Suécia e Suíça, entre outros.

O Ministério das Relações Exteriores do Peru informou que os peruanos podem ingressar, sem necessidade de visto, nos seguintes países: Argentina, Brasil, Colômbia, Chile, Equador, Paraguai, Suriname, Uruguai e Venezuela, além de Bahamas, Barbados, Nicarágua, Panamá, República Dominicana, Trinidad y Tobago, México, Rússia, Geórgia e Turquia, entre outros.

Notícias Relacionadas