Assassino confesso do cartunista Glauco Vilas Boas está solto

Carlos Eduardo Sundfeld Nunes, o Cadu, de 27 anos, está livre após ficar por três anos internado em tratamento psiquiátrico para esquizofrenia. A juíza Telma Aparecida Alves determinou a alta médica de Cadu que confessou ter matado o cartunista Glauco Vilas Boas e do filho dele, Raoni Vilas Boas, em março de 2010. Cadu invadiu a casa em que o cartunista morava com o filho e atirou contra eles.

De acordo com a juíza, os médicos que trataram Cadu, disseram que ele pode voltar para casa e começar um tratamento ambulatorial. De posse do parecer médico, Telma solicitou perícia da Junta Médica do Tribunal de Justiça de Goiás, que também se mostrou favorável à liberação do paciente. Carlos Eduardo foi considerado inimputável, ou seja, incapaz de perceber a gravidade de seus atos pela justiça. (Diário do Poder)

Notícias Relacionadas

5 Comentários

  1. Fábio Nogueira

    Então dona juíza…Leva o “meliante e os dimenor” para a sua casa os “medico” disseram que eles não “tem probrema não”…

  2. Mei Palmo

    Cara, uq uma pessoa precisa fazer pra conseguir ficar presa no Brasil?

  3. cidadão brasileiro

    é inaceitavel que alguem num posto de juiz , não saiba interpretar a constituição e não sei por que desgraça uma juiza manda soltar um psicopata esquisofrenico.. assassino confesso de 2 pessoas,,, ISSO É INACEITAVEL….. O JUDICIARIO BRASILEIRO PRECISA DE UMA REFORMA MORAL….

  4. cidadão brasileiro

    no Brasil existe um circulo podre entre justica e policia… policia prende juiz manda soltar eternizando asssim um circulo podre….! no judiciario brasileiro..!

Comentários estão suspensos