Queda de alimentos perde força e inflação avança em São Paulo

Marli Moreira
Agência Brasil

São Paulo – O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), medido pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) na cidade de São Paulo, iniciou agosto em alta de 0,01% ante um recuo de 0,13% no fechamento de julho. Essa reversão foi influenciada, principalmente, por aumento de preços nos grupos despesas pessoais, com taxa média de 0,69%, ante 0,45%; saúde, com 0,50% ante 0,33%, e alimentação, que apresentou recuo de 0,08%, porém com bem menos intensidade do que na apuração passada, quando havia indicado queda de 0,40%.

O resultado também reflete o movimento de recuperação de preços no grupo transportes, que passou de uma queda de 1,30% para um recuo de 0,96%. Em habitação, ocorreu decréscimo de 0,35% ante 0,40%. Já em vestuário, o IPC teve redução de 0,55% ante -0,26% e em educação, a taxa diminuiu 0,02% ante uma alta de 0,06%.

Notícias Relacionadas