Lucro líquido da Petrobras cresce no primeiro semestre, mas produção cai

Paulo Virgilio
Repórter da Agência Brasil

Rio de Janeiro – A Petrobras teve, primeiro semestre deste ano, lucro líquido de R$ 13,84 bilhões, 77% superior ao obtido nos seis meses anteriores. No entanto, a produção de petróleo e gás natural no período ficou 3% abaixo da do semestre anterior, totalizando 2,55 milhões de barris/dia, na média. Conforme os resultados operacionais divulgados hoje (9) pela empresa, a produção de derivados aumentou 8% no último semestre.

Segundo nota divulgada pela Petrobras, o aumento de 77% no lucro líquido deve-se ao maior resultado operacional e à redução dos impactos cambiais no desempenho financeiro. A empresa atribuiu a queda na produção a um declínio natural (em torno de 12% ao ano) e à concentração de paradas programadas no primeiro semestre. De acordo com a nota, no comparativo entre o primeiro e o segundo trimestres deste ano, a produção ficou estável, conforme o planejado pela empresa.

O lucro operacional da Petrobras aumentou 23% no semestre passado, e o resultado pode ser atribuído, segundo a empresa, sobretudo aos reajustes dos preços do diesel e da gasolina, ao aumento da produção de derivados e às menores baixas de poços secos e subcomerciais.

No segundo trimestre, o lucro operacional foi 13% superior ao do primeiro, refletindo, especialmente, os ganhos com a venda de ativos na África. O lucro líquido ficou 19% menor, principalmente em função do resultado financeiro negativo, impactado pela desvalorização do real ante o dólar.

A empresa diz ainda que o crescimento na produção de derivados deveu-se à melhor performance operacional das refinarias, o que permitiu atender ao crescimento da demanda interna, de 6%, com redução de 19% na importação de derivados. A Petrobras informou também que seus investimentos totalizaram R$ 44 bilhões 113 milhões no primeiro semestre de 2013, sendo 54% nas atividades de exploração e produção.

Notícias Relacionadas