Encontrados restos de navio romano do século II a.C. na Itália

AGÊNCIA ANSA

Alassio – Restos de um navio romano do século II a.C. foi descoberto pela polícia de Gênova, norte da Itália, no fundo do mar a uma profundidade de 50 metros próximo ao litoral de Porto Maurizio. O navio conserva cerca de cinquenta ânforas, que segundo a polícia muitas teriam sido roubadas e vendidas.

A descoberta foi anunciada hoje pelo major Samuele Sighinolfi, comandante da companhia dos carabineiros de Alassio que, desde o ano passado, investigam o tráfico ilícito de ânforas roubadas e vendidas no norte da Itália para colecionadores privados.

Em algumas residências locais foram encontradas peças arqueológicas não classificadas, documentos náuticos e GPS para localizar o navio.

“É uma descoberta excepcional este segundo navio que está perto do de San Lorenzo al Mare. Agora é preciso preservar o navio e manter os ladrões afastados”, afirmou o tente coronel Francesco Schilardi. “Realizaremos escavações e análises no local para estudar a carga do porão que está intacta”, disse ele.

“A presença daquele navio nos permite reconstruir os tráficos dos navios romanos no Mar Mediterrâneo, entre a Itália, França e Espanha”, disse Elisabetta Sarnini, funcionária arqueóloga para o ministério dos Bens da Atividades Culturais e do Turismo. (Ansa Brasil)

Notícias Relacionadas