Emprego na indústria fica estável em junho

Vinícius Lisboa
Repórter da Agência Brasil

Rio de Janeiro – O emprego na indústria ficou estável em junho, em relação a maio, sem apresentar variação, informou hoje (9) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em relação a junho de 2012, houve queda de 0,4%, o 21º recuo seguido nesse tipo de comparação.

Encerrado em junho, o segundo trimestre teve queda de 0,1% ante o primeiro. No ano, o acumulado é -0,7% e nos últimos 12 meses, -1,1%. O pessoal ocupado foi 0,5%¨menor no segundo trimestre ante o mesmo período de 2012, a queda menos acentuada desde o quarto trimestre de 2011, período em que o índice iniciou a retração nessa base de comparação, que já soma sete trimestres.

O resultado do emprego industrial em junho sobre o mês anterior repetiu o de abril ao não variar, e, em maio, foi de -0,4%. No primeiro trimestre de 2013, houve queda de -0,2% em relação ao período imediatamente anterior, o último de 2012, que teve crescimento de 0,1%.

O número de horas pagas caiu tanto na comparação com maio (-0,6%) quanto com junho de 2012 (-0,4%). A folha de pagamento real foi reduzida em -1,4% de maio para junho, mas subiu 2,3% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Notícias Relacionadas