Vasco sai na frente, mas cede empate a Ponte Preta no final do jogo.

Rio de Janeiro – O Vasco perdeu um pênalti, depois conseguiu fazer 1 a 0, mas acabou cedend empate para a Ponte Preta nesta quinta-feira (8) no encerramento da 13ª rodada do Brasileirão 2013. Com o resultado, o Cruz-Maltino chegou aos 15 pontos, na 11ª posição, enquanto a Ponte Preta soma 12, em 15º lugar, flertando com a zona de rebaixamento. As duas equipes chegaram à terceira partida seguida sem vencer. Juninho poderia ter tornado as coisas mais fáceis, mas perdeu pênalti ainda no primeiro tempo.

O Vasco começou no ataque e Juninho Pernambuco tentou o cruzamento que Yotún desperdiçou. Aos 11 minutos, Rafael Vaz bateu falta, mas longe do gol de Roberto. Pedro Ken foi para o chute de longe aos 18 e por pouco não abriu o placar em São Januário para o time da casa.A Ponte respondeu dois minutos depois em cobrança de falta de Chiquinho que passou perto da meta defendida por Diogo Silva.

O Vasco pressionava e tinha mais espaço para se movimentar no campo de ataque. Aos 29, Pedro Ken invadiu a área pela esquerda, fintou o zagueiro e fez o cruzamento, mas ninguém do time da casa chegou para finalizar.

André tabelou com Éder Luís e arriscou o chute, com a bola indo por cima da meta adversária. A Ponte Preta foi obrigada a fazer uma substituição na etapa inicial, colocando Magal no lugar do lesionado Fernando Bob.

Aos 35, Éder Luís foi derrubado na área e o árbitro marcou pênalti para o Vasco. Juninho Pernambucano foi para a cobrança e Roberto caiu para fazer a defesa e impediu o primeiro gol vascaíno.

A Ponte Preta teve a grande chance de abrir o placar aos 40, quando Chiquinho fez o cruzamento, William bateu de primeira e acertou o travessão.No começo do segundo tempo, Chiquinho apareceu pela esquerda e tentou o chute, que passou com perigo por cima da meta carioca.

O Vasco respondeu com Juninho Pernambucano, que arrematou sobre a defesa campineira. Aos cinco minutos, Robinho foi para o cruzamento, sem sucesso.

O Vasco abriu o placar com André, aos 11 minutos da etapa final, cabeceando bola cruzada por Yotún sem dar chance de Roberto defender.
Aos 15, Juninho Pernambucano colocou a bola na área e a defesa fez o corte. No rebote, Éder Luís apareceu e quase fez o segundo gol vascaíno.

O Vasco tocava a bola, administrando o resultado e a Ponte procurava espaço para criar as jogadas de ataque. Quando conseguiu chegar na área adversária, fez o gol de empate com William, após levantamento desviado por Uendel na pequena área.O Vasco tentou reagir nos minutos finais, mas a Ponte Preta conseguiu segurar o ataque dos donos da casa.

Próximos jogos de Ponte Preta e Vasco pela 13ª rodada do Brasileirão 2013

Coritiba x Vasco – 11/ago – 16h00- Estádio Couto Pereira

Ponte Preta x Criciúma – 11/ago – 18h30 – Estádio Moisés Lucarelli.

Vasco 1 x 1 Ponte Preta

Local: São Januário, Rio de Janeiro;
Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (MG);
Assistentes: Ivan Carlos Bohn (PR) e Marcia Bezerra Lopes Caetano (RO);
Assistentes adicionais: Devarly Lira do Rosario (ES) e Felipe Duarte Varejão (ES);

Vasco: Diogo Silva, Nei (Fagner), Jomar, Rafael Vaz, Yotún (Henrique); Fillipe Soutto (Robinho), Abuda, Pedro Ken e Juninho Pernambucano; Eder Luis e André
Técnico: Dorival Júnior.

Ponte Preta: Roberto, Régis, César, Gustavo (Uendel) e Diego Sacoman; Baraka, Fernando Bob (Magal) e Ramírez; Rildo, Chiquinho (Everton Santos) e William

Técnico: Paulo César Carpegiani.

Gol: André (VAS) aos 11, William (PON) aos 38 do segundo tempo.

CA: Baraka, Ramírez e Régis (PON); Pedro Ken e André (VAS).

Notícias Relacionadas