Mecânico assassina o colega a pauladas em Dias D’Ávila

Salvador – Investigadores da 25ª Delegacia Territorial (Dias D’Ávila) prenderam em flagrante o mecânico Luiz César Mendes dos Santos, 33 anos, o “Já Morreu”, algumas horas depois de assassinar a pauladas o colega Álisson Silva dos Santos, 20, no sábado (3), nas imediações da oficina em que ambos trabalhavam, na Vila Petrópolis. O dono do estabelecimento comercial, Márcio Marques Ribeiro, que também participou do homicídio, está sendo procurado.

O crime foi motivado por um acidente provocado pela vítima, que bateu o carro de um cliente, depois de retirá-lo sem autorização da oficina, a poucos metros da casa de Márcio. Álisson não sabia dirigir e abandou o veículo no meio da rua, provocando a fúria do dono da oficina e de Já Morreu, que se uniram para agredi-lo. O mecânico não resistiu à gravidade das lesões, morrendo no Hospital Municipal.

O delegado João Pithon, titular da DT de Dias D’Ávila, apurou que Márcio já esteve preso por tráfico de drogas e chegou a cumprir pena no Presídio Salvador. Beneficiado em 2009, com o indulto do Dia das Mães, não mais retornou ao sistema prisional, sendo considerado foragido desde então. Já Morreu foi autuado por homicídio e se encontra custodiado naquela unidade à disposição da Justiça.

Notícias Relacionadas