Cruzeiro bate o Criciúma fora de casa e reassume a liderança do Brasileiro

Belo Horizonte -Com mais um grande desempenho, o Cruzeiro não tomou conhecimento do Criciúma, venceu o adversário por 2 x 1 em pleno estádio Heriberto Hulse, em Criciúma-SC, na noite desta quarta-feira e reassumiu momentaneamente a liderança isolada do Campeonato Brasileiro.

Vinícius Araújo e Ricardo Goulart marcaram os gols da Raposa, que volta a campo contra o Santos, no próximo domingo, às 16h, no Mineirão, pela 13ª rodada da competição nacional.  Bruno Lopes descontou para o Criciúma;

O jogo

Atravessando uma grande fase, o Cruzeiro mandou na partida e dominou o adversário durante quase todo o jogo, exceção apenas nos instantes iniciais, quando o time da casa tentou pressionar e deu certo trabalho a Fábio. O goleiro celeste fez duas importantes defesas, em cabeceio de Fabinho e chute forte do atacante Lins, da entrada da área.

Já o time mineiro abriu o marcador aos 23 minutos, através do garoto Vinícius Araújo, que se aproveitou de erro do zagueiro Sueliton, após chute de Ricardo Goulart. Cruzeiro 1 x 0.

A partir desse lance, a equipe da casa se desestabilizou e só não levou mais gols por causa de diversas defesas do goleiro Helton Leite, especialmente em cabeceios de Dedé, Ricardo Leite e Luan, e em uma finalização de longe de Everton Ribeiro. O meia Everton Ribeiro teve tudo para marcar o segundo do Cruzeiro, aos 44 do primeiro tempo, mas demorou a finalizar e possibilitou o corte da zaga.

O time cinco estrelas voltou para a segunda etapa com Willian no lugar de Luan, que já estava com cartão amarelo, e passou a valorizar mais a bola, colocando o Criciúma literalmente na roda.

Teve boa oportunidade para ampliar, com Willian, em passe de cabeça de Vinícius Araújo, mas o atacante finalizou mal, acima do gol. Após os 15 minutos, o Criciúma passou a se aventurar mais no ataque, na tentativa de pelo menos evitar mais uma derrota e quase empatou, em chute colocado de Fabinho, que Fábio defendeu.

Mas, aos 24, a equipe catarinense chegou ao gol da igualdade, marcado por Bruno Lopes, de cabeça, se aproveitando de bola na trave em finalização do atacante Lins.

Dois minutos depois, o técnico do Cruzeiro Marcelo Oliveira mexeu pela segunda vez na equipe, substituindo o meia Everton Ribeiro pelo atacante argentino Martinuccio. Aos 37, o treinador fez a última alteração, com a entrada de Borges no lugar de Vinícius Araújo.

O Cruzeiro partiu de vez para a vitória e quase a garantiu, em um chute de longe de Ricardo Goulart, para fora. Aos 38, o mesmo Ricardo Goulart recebeu passe preciso de Martinuccio e marcou um golaço, de letra, recolocando a Raposa à frente no marcador. Cruzeiro 2 x 1.

A equipe local ainda tentou mais uma vez conquistar um pontinho, mas não conseguiu superar a marcação da Raposa, que saiu de campo com mais uma importante vitória fora de casa no Campeonato Brasileiro.

Notícias Relacionadas