Apenas 41 cidades baianas terão médicos de programa federal

Dos 317 municípios baianos que aderiram ao programa Mais Médicos, do Governo Federal, apenas 41 tiveram profissionais selecionados, o que representa 12,9% do total. Os dados foram divulgados nesta terça-feira, pelo ministro da Saúde, Alexandre Padilha, durante apresentação do balanço nacional dos primeiros 15 dias do programa.

Em todo o País, 938 médicos confirmaram participação no programa, atendendo 404 cidades. Este número equivale a 6% da demanda dos 3.511 municípios que aderiram ao programa, que apontaram a necessidade de 15.460 médicos para completar quadros na atenção básica do Sistema Único de Saúde (SUS). Apesar da baixa quantidade de municípios beneficiadas, a Bahia foi o segundo estado que mais teve profissionais selecionados (85), atrás apenas do Ceará, que teve 91 médicos que confirmaram participação no programa.

O número de médicos selecionados para o estado, no entanto, supre apenas 6,15% do total de vagas solicitadas pelos municípios (1.382). Os profissionais selecionados começam a trabalhar no próximo dia 1º de setembro. Segundo ele, mais de 4 milhões de pessoas serão beneficiadas com a primeira convocação de médicos. (A Tarde)

Notícias Relacionadas